1. Início
  2. Vinho Tinto
  3. Malbec
  4. 6 Melhores Malbecs Argentinos: Eleitor Pra Você!

6 Melhores Malbecs Argentinos: Eleitor Pra Você!

A uva que gera os Melhores Malbecs Argetinos é originária do sudoeste da França, mas por causa de uma praga ela foi praticamente extinta. E como ela foi salva?

Graças a algumas mudas que foram levadas para Mendoza, uma região na Argentina e se adaptaram muito bem com o clima da região. Curioso? Talvez você queira conhecer mais sobre a praga Filoxera.

A uva Malbec, que gera os Vinhos Malbecs possuem cachos de tamanho médio com bagos em forma de esfera, com polpa macia e cor preta aveludada.

Os vinhos com ela produzidos, apresentam cor vermelho púrpura, extremamente aromático e agradável.

Mas a revolução aconteceu quando Nicolas Catena produziu o primeiro vinho 100% Malbec, maturado por 24 meses em carvalho francês.

Por esse motivo a Argentina é um dos melhores produtores de vinhos Malbec que existe.

Veja a seguir os melhores Malbecs Argetinos eleitos pelo blog!

Escolhemos, obviamente, os vinhos emblemas da Argentina.

Para que você possa ter uma noção do que o país pode produzir dentro desse espectro. Vale a pena explorar!

1. Vinho Alamos Malbec 2016

Produzido na região de Mendoza, esse é um dos vinhos mais emblemáticos da Argentina.

De safra nova, ele segue a tendência de vinhos mais gastronômicos, sendo menos alcoólicos.

O Alanos Malbec foi premiado por ser um vinho fino e equilibrado, um tinto muito conceituado no mercado, um dos mais clássicos Malbecs do mercado. Vejamos algumas de suas características:

  • Safra: 2016
  • Produtor: Catena Zanata
  • Tipo: tinto
  • Uvas: 100% Malbec
  • Teor alcoólico: 13%
  • Corpo: Médio
  • Vinhedo: Vinhedos localizados em diversas parte da região Mendoza. Colheita manual e rendimentos limitados, isto é, geralmente em edição limitada.
  • Vinificação: tradicional em tanque com controle de temperatura. Fermentação malolática completa.
  • Maturação: O Vinho maturou entre 6 e 9 meses em barrica de carvalho.
  • Combinações: Carnes vermelhas, churrasco massas e hambúrguer
  • Premiação:  James Suckling com 91 pontos/2016

2. Vinho Catena Alta Malbec 2014

Um tinto maravilhoso, intenso, concentrado, mas também muito elegante e bem trabalhado, com uma complexidade impressionante, raramente encontrada em outros vinhos.

Ele está entre os 100 melhores vinhos do mundo por três anos consecutivos. Uma referência absoluta quando se trata de um tinto Malbec.

  • Safra: 2014
  • Produtor: Catena Zanata
  • Tipo: tinto
  • Uvas: Malbec
  • Teor alcoólico: 14%  Corpo: Encorpado
  • Vinhedo: Lotes selecionados na região de Mendoza, Argentina
  • Vinificação: Fermentação alcoólica por 14 dias com temperatura controlada e 28 dias de maceração com as cascas.
  • Maturação: Maturação de 12 meses em carvalho francês, 50% novas.
  • Combinações: Carnes grelhadas.
  • Premiação:  James Suckling com 95 pontos/ 2014 e Robert Parker com 93 pontos/ 2014.

3. Vinho Adrianna Mundus Bacillus Terrae 2011

Com uvas produzidas sobre solo compostos de carbonato de cálcio e fósseis marinhos que estiveram na região há milhões de anos atrás.

As uvas originárias desta região são ricas em nutrientes.

Por isso o nome dado que significa elegantes micróbios da terra.

É um vinho com guarda de mais de dez anos e um Malbec que tem mistura de 1 a 3% da uva Viognier.

  • Safra: 2011
  • Produtor: Catena Zanata
  • Tipo: Tinto
  • Uvas: 97% Malbec e 3% Viognier
  • Teor alcoólico: 14%
  • Corpo: Muito Encorpado
  • Vinhedo: Uvas provenientes da parcela denominada Bacilus Terrae, localizada no Vinhedo Adriana, Gualtallary, Tupungato, Vale de Uco.
  • Vinificação: Colheita Manual. Leveduras autoctones. Fermentação em barricas de carvalho entre 25 e 30°. 15 dias de maceração.
  • Maturação: 24 meses em barril de carvalho francês de 2000 litros.
  • Combinações: Carnes em geral
  • Premiação: Robert Parker com 98 pontos/2011

4. Vinho Catena Zapata Malbec Nicasia 2012

Elaborado com primeira fileira do vinhedo Altamira, plantada em uma altitude de 1180 metros de altitude.

O Nicasia 2012 é um tinto longo, cremoso, denso e cheio de camadas impressionante.

Foi considerado um vinho excepcional.

  • Safra: 2012
  • Produtor: Catena Zapata
  • Tipo: Tinto
  • Uvas: Malbec
  • Teor alcoólico: 14%
  • Vinhedo: Uvas cultivadas no distrito de Altamira
  • Vinificação: Em barris verticais e horizontais abertos de 225 litros e em pequenos tanques de aço inoxidável.
  • Maturação: 18 meses em barris de carvalho francês novos.
  • Combinações: Carnes grelhadas e carnes de caça
  • Premiações: Robert Parker com 95 pontos/ 2012 e James Suckling com 95 pontos/ 2012.

5. Vinho Catena Zapata Malbec Argentino 2012

Para muitos, um dos melhores vinhos que existem.

Alcançou ótima pontuação. Um vinho sofisticado, fino e de guarda de mais 40 anos.

O Malbec Argentino 2012 foi considerado uma raridade.

  • Safra: 2012
  • Produtor: Catena Zapata
  • Tipo: Tinto
  • Uvas: Malbec 100%
  • Teor alcoólico: 14%
  • Vinhedo: Vinhedos Adriana e Nicasia de altitude elevada. Colheita manual. Rendimentos muito limitados.
  • Vinificação: Vinificação tradicional com maceração longa e separada dos diferentes lotes. Fermentação malolática completa.
  • Maturação: Vinificação tradicional com maceração longa e separada dos diferentes lotes. Fermentação malolática completa.
  • Combinações: Carnes com molho, cordeiro e carnes de caça.
  • Premiações: James Suckling com 98 pontos/2012 e Robert Parker com 94 pontos/2012

6. Vinho Estiba I Malbec 2016

Um vinho produzido em vinhedos localizados em Luján de Cuyo e Tupungato.

Combina aroma intenso, bem frutado com taninos redondos e macios, com excelente volume de boca.

De baixo teor alcoólico, é um vinho muito saboroso.

  • Safra: 2016
  • Produtor: Bodegas Esmeralda
  • Tipo: Tinto
  • Uvas: 100% Malbec
  • Teor alcoólico: 12,5%
  • Vinhedo: Vinhedos localizados em Luján de Cuyo e Tupungato.
  • Vinificação: Vinificação tradicional com leveduras selecionadas e controle de temperatura. Fermentação durante 10 dias e maceração de 20 dias.
  • Maturação: Maturação em carvalho 100% americano.
  • Combinações: Ideal para acompanhar carnes vermelhas, massas e queijos semiduros.

Conclusão dos melhores vinhos Malbecs Argentinos

A família dos vinhos Malbecs é imensa, para quem gosta de um bom vinho latino, estamos no lugar certo.

A Argentina faz belos vinhos dessa uva, e são a melhor maneira de se conhecer os melhores Malbecs argentinos.

Temos acima uma ótimas opções de degustação. É só aproveitar.

Pra quem não conhece, essa é a cor desse vinho potente quando ainda jovem. Linda, não?

E lembre-se, se você não concordar com algum vinho da lista ou quiser adicionar algum Malbec que você acha que deveria ter entrado na nossa lista, só deixar um comentário aqui embaixo! 🙂

Este post foi útil?

Clique em uma estrela para votar!

Nota média / 5. Contagem de votos:

Este post ainda não tem votos, seja o primeiro!

Artigos Relacionados

8 Comentários. Deixe novo

  • Olá, Marcos! Você conhece a Bodegas Lopez da região de Mendoza? Fazem excelentes vinhos com a uva Malbec. Abs.

    Responder
  • Redação | Equipe Vem da Uva
    Edney Oliveira Souza
    29 de janeiro de 2019 10:51

    Olá Marcos.
    Como você avalia o Angelica Zapata?
    p.s. a vinificação e maturação do 5 está repetida.
    Sds

    Responder
    • Oi Edney!
      Obrigado pela percepção do erro no texto.

      Quanto a sua pergunta sobre o Angelica Zapata, considero algumas linhas deles excelentes. O que me incomoda um pouco é o custo/benefício aqui no Brasil. Lá ele não é tão caro, então vale como um bom vinho. Mas no Brasil não acho que tenha um bom custo/benefício. Temos vinhos nacionais bem melhores a preços mais baixos…

      Responder
  • Redação | Equipe Vem da Uva
    Maurício Sant'Anna
    21 de dezembro de 2018 16:23

    Para não ficar deselegante ou melhor, tendencioso, o 6 vinho não é Catena Zapata.
    Não é de negar a qualidade deste produtor, mas Mendonza com suas várias regiões tem maravilhosos vinhos e merece uma classificação mais imparcial.

    Responder
    • Oi Maurício!

      Sim, o texto tem a intenção de trazer 6 Malbecs argentinos, não necessariamente do grupo Catena Zapata. Foi coincidência termos eleito 5 Catenas em meio aos 6 que foram inclusos na lista. o Sexto realmente não é Catena, como está logo abaixo. O produtor é a Bodegas Esmeralda. Embora a Catena tenha um reservado chamado Estiba também! “Catena Zapata Estiba Reservada”.

      Consegui me explicar?

      Responder
      • Os 6 são do grupo Catena, pois as Bodegas Esmeralda são do grupo. E o Estiba Reservada não é um “reservado”. Mui respeitosamente, eu concordo com o Mauricio que comentou acima. A oferta de produtores argentinos é imensa, e uma lista com 6 vinhos apenas, todos do mesmo grupo, fica limitada. O que dizer de Zuccardi, Cobos, Bodegas Lopez, Carmelo Patti, Irmãos Michelini, O.Fournier, Achaval Ferrer, Altos Las Hormigas, Pulenta, Trapiche, Poesia, Chacra, Colomé, Noemía e tantos outros?
        Sds,
        Leonel

        Responder
        • Preciso concordar com você Leonel.

          Colomé e Pulenta, por exemplo, não deveriam estar de fora dessa lista. Já repassei pra Redação aqui para adicionarmos as sugestões de vocês e agradeço imensamente pelas incursões! 🙂

          Responder
    • Caro, todos os vinhos são, de alguma forma, Catena, pois as Bodegas Esmeralda, que fazem o Estiba I, são propriedade do grupo Catena Zapata.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

MAIS LIDAS

Categorias

CONHECE NOSSO GUIA?
Como Degustar Vinho Como um Profissional
de R$29,90 por R$19,90

Menu