Aprenda Mais Rápido!
Ficha de Avaliação de Vinhos
Receba agora nossa ficha e comece a avaliar seus
vinhos com os amigos de forma profissional!
Baixe agora. É grátis!
Quero receber a ficha de avaliação grátis!
Não, obrigado.

A Alicante Bouschet, uva do nosso perfil de hoje, é pouco conhecida aqui pelo Brasil. Famosa em Portugal, ela é responsável por dar cor a vinhos famosos da região do Alentejo.

A história mais interessante relacionada à Alicante Bouschet, talvez, venha da Lei Seca americana. Pra que não sabe, o álcool já foi proibido nos EUA. Entre 1920 e 1933, o governo proibiu a fabricação, transporte e venda de bebidas alcoólicas. Fato que levou ao retardo da cultura vinífera nos EUA até os dias de hoje.

Na época, a Alicante Bouschet, por ser uma uva de produção enorme (muitos frutos por pé), era comercializada para todo o país. Junto com a carga, iam instruções de como NÃO transformar a uva em vinho. As instruções seguiam mais ou menos a seguinte fórmula:

AVISO

1) Não deixe suas uvas acidentalmente em grandes recipientes onde elas possam ser esmagadas pelo próprio peso.

2)Se as uvas começarem a fazer bolhas dentro dos recipientes, interrompa o processo imediatamente ou ele produzirá álcool.

Era, na verdade, um manual de como fazer seu próprio vinho no quintal de casa.

Vamos conhecer a Alicante Bouschet

Ficou curioso? Vamos descobrir um pouco mais sobre essa uva. De bagos grandes e bem próximos, a Alicante tem perfil robusto, é uma uva de muita cor.

A uva também é conhecida como Garnacha Tintorera, nome que atualmente não é reconhecido pela OIV (Organização Internacional da Vinha e do Vinho). Este tipo de uva é originária da França e foi uma criação de Henri Bouschet. A uva é resultado do cruzamento das variedades Petit Bouschet com Grenache.

Apesar da criação francesa, foi no Alentejo, em Portugal, que a Alicante Bouschet encontrou seu lar. Ali, cerca de 5% de todos os vinhos são ou contém Alicante Bouschet. A casta é usada para dar cor e corpo aos vinhos.

Por que não encontro tantos vinhos de Alicante Bouschet?

Esta variedade de uva foi, desde sempre, considerada de qualidade inferior para a produção de vinhos e durante anos foi muito utilizada para a produção de sucos. Como vinho, não foi bem aceita na Europa.

Outro fator interessante para se levar em conta, é a idade da variedade. Sua criação é recente (século XIX). Ou seja, ela é novinha se comparada a variedades que estão na terra há centenas e centenas de anos. Tecnicamente falando, a Alicante Bouschet é pouco conhecida se comparada a uvas como Cabernet Sauvignon e Merlot.

Produz um vinho de cor forte. A grande produção por planta é o grande atrativo desta uva.

Curiosidade

Poucas uvas tintas tem suco vermelho. A Alicante Bouschet é uma delas. Uva de fácil cultivo, produz quantidade grande de frutos por pé.

Vinho utilizado em assemblages na correção de vinhos de baixa acidez.

Para beber

Falamos sobre, agora vamos ao teste prático. Para conhecer a Alicante Bouschet, eu sugiro dois vinhos. Um nacional e um português.

  • No Brasil, até a data desse post (Fevereiro de 2017), havia somente o Alicante Bouschet da Pizzato no mercado. Você o encontra na faixa dos R$ 80. Saiba mais sobre o Alicante Bouschet Reserva da Pizzato.
  • Para ter a noção do verdadeiro Alicante Bouschet, você precisa experimentar um vinho português. Esse foi o que a gente separou pra você. O Julian Reynolds Alicante Bouschet, apesar do nome americanizado, é português. Custa por volta de R$ 140. Mas vale o investimento. Saiba mais sobre o Julian Reynolds Alicante Bouschet.

Espero ter ajudado no seu conhecimento sobre a enigmática Alicante Bouschet! Qualquer dúvida, não deixe de perguntar!