Aprenda Mais Rápido!
Ficha de Avaliação de Vinhos
Receba agora nossa ficha e comece a avaliar seus
vinhos com os amigos de forma profissional!
Baixe agora. É grátis!
Quero receber a ficha de avaliação grátis!
Não, obrigado.

Quer que o vinho fique ainda mais especial? Dá sim. E eu te conto como. As reservas da família são pequenas porções de ótimas safras, geralmente retiradas logo após a produção e reservada apenas para consumo da família dona daquela vinícola. Acontece muito com vinhos de vinícolas de butique (falaremos mais delas em uma outra postagem).

Não tão raramente alguma safra esgota no mercado, e pra conseguir uma outra garrafa daquele vinho incrível que você apresentou aos amigos? Só se tirar da adega da família. E assim o vinho fica ainda mais exclusivo.

Há histórias de gente com muito networking que conseguiu tal feito, inclusive de vinícolas bem conhecidas aqui do sul. Mas assim como o segredo por trás das percentagens de um bom corte bordalês, o segredo é guardado a sete chaves. Se realmente acontece, não sei.

reserva-da-familiaEu, Marcos, nunca conheci ninguém que já tenha colocado as mãos em uma dessas. Mas já ouvi falar – e muito – delas. Há algum tempo tive acesso a uma garrafa de Pinot Noir bem exclusiva. Não era reserva de família, mas isso é história pra uma outra postagem! Se você ficar muito curioso, me lembre no e-mail de contar essa história.

Pra fechar, também temos as garrafas numeradas. Não tão difícil, quando um vinho é muito bom e de uma ótima safra, as garrafas saem da bodega (também falaremos mais disso em outra postagem) já numeradas, tornando o acesso a elas ainda mais exclusivo.

Um pouco mais, bônus track ou extras

Para compreender melhor o panorama de vinhos em nível mundial, esses são os tipos de vinhos: Brancos, Rosés, Doces e Fortificados e Tintos.  O vinho branco ainda é pouco apreciado no Brasil. Dentre os melhores vinhos brancos podemos destacar o Silex 2006 produzido na França que custa um pouco mais que R$ 500,00. Há também o Four C e VZ de Portugal, Clochers de Magrie da França.

Já os vinhos Rosés são pouco conhecidos. Entre seus melhores destaca-se o Pétale de Rose da França e Protos Rosado da Espanha. O vinho doce foi esquecido pelo mercado nos últimos anos. Listamos aqui O Moscatel de Setubal de Portugal e Porto 30 anos como um dos melhores.

Ainda para completar nossa galeria de curiosidades, três vinhos brasileiros estão na lista dos melhores vinhos dos 100 melhores do mundo, segundo ranking realizado pela Associação Mundial de Jornalistas e Escritores de Vinhos e Licores (WAWWJ).

As bebidas nacionais Aurora Espumante Moscatel ficou em 56º lugar, o Aurora Reserva Merlot 2011 em 65º, ambos da vinícola Aurora, e o Garibaldi Espumante Moscatel em 97º, da Cooperativa Vinícola Garibaldi.

Ainda de acordo com essa lista, o melhor vinho do mundo é a champanhe Charles Heidsieck Blanc des Millénaires 1995, da francesa Vranken Pommery Monopole Heidsieck.

Em segundo lugar está o vinho Malbec Argentino: Zemlia Himno Malbec Bicentenario 2010, da Bodega Zemlia de Las Casuarinas.E em terceiro, Syrah Australiano Taylors St Andrews Shiraz Clare Valley 2010 , da Taylors/Wakefield Wines Pty.

Dica de leitura

Para fazer você entender um pouco mais desse magnífico mundo dos vinhos, sugerimos o livro “Um só vinho: da entrada a sobremesa” de Évelyne Malnic e Odile Pontillo, no livro elas propõem uma seleção de 70 vinhos aos quais os pratos. Para quem é amante do vinho, vale a pena adquirir.

E você? Já ficou perdido em meio a tantas classificações? Já comprou Reservado pagando por Gran Reserva? O guia te ajudou? Conta pra gente! 🙂