Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

Por

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas
5
(11)

O vinho Chardonnay é um dos mais famosos brancos no Brasil e na América do Sul. Cultivado a exaustão no Chile e na Argentina, mostra características distintas em cada país que é cultivado.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

Costumo comparar o Chardonnay como uma pequena esponja. Sim, uma esponja, pois onde for plantado, extrairá o que há de melhor e pior daquele terreno. Por isso o local de plantio deve ser tão estudado antes do início dos trabalhos.

Características básicas do vinho Chardonnay

Assim como o Cabernet Sauvignon para o vermelho, Chardonnay é certamente a mais famosa variedade de uvas brancas do mundo.

vinho chardonnay

É uma variedade de uva nobre, proveniente das espécies Vitis-Vinifera e da família de Noiriens.

Originalmente, nasceu de um cruzamento entre um Gouais Blanc e um Pinot Noir, a priori na região de Mâconnais, na Borgonha.

Seu lugar de origem e especialmente sua idade são desconhecidos.

As bagas são pequenas a médias e esféricas, de cor amarelo âmbar, com uma pele bastante fina que pode explodir na maturidade, dando trabalho ao cultivador.

vinho chardonnay

O varietal se adapta quase que em qualquer lugar que é plantado, seja frio ou quente.

Por outro lado, um pouco como uma esponja, puxa diferentes características de diferentes terroirs.

Em áreas frescas, é mais seco e dá notas minerais, frutas verdes e frutas cítricas. Caso que pode ser percebido em Chardonnays nacionais da Serra Gaúcha.

Em áreas mais quentes, como o Chile, é mais gorduroso e em aromas de frutas brancas e tropicais.

Aliás, é aqui que muita gente se confunde nas diferenças entre o Chardonnay e o Sauvignon Blanc, mas nós já tiramos essa história a limpo aqui neste post.

Tipos de vinhos que a uva Chardonnay produz

Os vinhos produzidos a partir de Chardonnay estão entre os melhores do mundo, mas terroir e vinificação desempenham um papel essencial na qualidade final.

uva chardonnay

Geralmente são produzidos vinhos secos ou espumantes, mas o Chardonnay também permite a produção de vinhos doces, que são difíceis de encontrar.

Embora seja uma uva considerada não aromática, quando bem produzidos, conseguem atingir vinhos distintos, amplos e poderosos, com aromas complexos e fortes.

Envelhecimento do Chardonnay em carvalho francês

Seu envelhecimento em barricas de carvalho é comum, o que lhe confere outras personalidades.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

Os grandes vinhos têm idade de alguns anos e podem ser guardados tranquilamente. Outros (especialmente aqueles que não experimentaram madeira) devem ser consumidos mais rapidamente, eu diria que de 2 a 3 anos após sua safra.

Regiões onde o Chardonnay produz vinhos emblemáticos

O Chardonnay é muito adaptável e, portanto, muito difundido ao redor do mundo.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

Encontra-se, entre outros, nos seguintes países: França (Borgonha, Vale do Loire, Jura, Languedoc, etc.), Alemanha, Suíça, Itália, EUA, Austrália, África do Sul, Nova Zelândia, Brasil, etc.

Curiosidades dos vinhos de uvas brancas

Esta página descreve as variedades de vinhos brancos por tipo de uva. Esta abordagem é complementar à das denominações (locais onde são produzidos).

Primeiras definições:

A variedade de uva é a variedade de uva, seu nome. Se o rótulo de uma garrafa menciona a variedade de uva (Riesling, Chardonnay, etc.), fala-se de vinho varietal.

Este tipo de vinho tem um sabor varietal: depende em grande parte desta variedade de uvas. Muitos dos iniciantes no mundo do vinho acabam optando pelo Chardonnay.

Em alguns países, podemos ter um vinho varietal com alguma porcentagem de outro vinho, também branco, dentro da legislação.

No Brasil, um vinho Varietal pode ter até 30% de outro líquido. Seja ele água ou outro tipo de vinho.

3ª definição:

Diz-se que um vinho é aromático quando tem muitos compostos voláteis percebidos pelo sentido do cheiro. Esta qualidade pode ser vista no nariz, na boca ou na final.

O vinho Chardonnay não é particularmente aromático. Os vinhos de Sauvignon Blanc e Gewürztraminer são muito aromáticos.

O vinho Chardonnay e sua história até o auge

O vinho Chardonnay estava muito na moda na década de 1990. Era vinificado como vinho tranquilo (diz-se tranquilo quando o vinho não é espumante), ou fazer espumantes 100% Chardonnay. Prática ainda muito popular, principalmente no Brasil.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

Em 2000, foi a primeira variedade de uva na Califórnia com 20% da produção total de vinho.

No entanto, representa apenas 2% da área plantada com videiras no mundo. A área plantada de Chardonnay é estimada em mais de 160 mil hectares em todo o mundo. Os principais lugares, em 2005, eram:

EUA: Califórnia: 44.509 ha; Oregon e Washington: 3.200 ha
França: 35 252 ha (Borgonha, Jura, Champanha, Vale do Loire, Midi, Charentes)
Austrália: 22.528 ha
Itália: 11 800 ha
Moldávia: 6.000 ha
África do Sul: 8 000 ha
Chile: 7.500 ha
Argentina: 5.155 ha

Gosto tradicional: muitas vezes mais amplo no paladar do que as outras variedades de vinhos brancos. Aromas ricos em citrinos (lima, limão, abacaxi).

A fermentação em novos materiais como a barrica de carvalho americana adiciona um toque torrado (caramelo, baunilha, manteiga frita, coco).

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

As uvas Chardonnays que sofrem pelo sol são frequentemente pesadas.

Um vinho Chardonnay californiano com abaixo de 20 dólares pode ter uma boa chance de obter sabores cítricos, uma pitada de melão, baunilha, manteiga e gordura. Os da borgonha podem mostrar um sabor muito diferente.

Como harmonizar o vinho Chardonnay

Delícias culinárias: Chardonnay é uma boa escolha para pratos de peixe (mesmo salmão) ou carne branca (blanquette de vitela, capão).

Dependendo da complexidade do vinho Chardonnay, podemos ousar nos pratos.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

Brancos sedosos e amanteigados, como os Chardonnay com passagem por barrica e de boa estrutura, são deliciosos com peixes como salmão ou qualquer outro fruto do mar com molhos mais marcantes, como molho de peixe ou a base de manteiga (gorduras). Mas lembre-se: o Chardonnay precisa ser bem estruturado para fazer essa harmonização, Chardonnay ligeiro (geralmente de menor preço e mais fresco, ácido), não irão fazer jus ao prato.

Alguns podem ir bem com Salmão ao molho de Maracujá. Principalmente os que mostram um toque um pouco mais doce em boca.

Já os que lembram manteiga, podem ir bem com um salmão assado com poucos temperos, eu dou como sugestão aos amigos apenas aspargos e pimentão vermelho e amarelo. Uma delícia. Abuse na manteiga.

O mesmo serve para risotos de camarão.

O Chardonnay como vinho da Borgonha

A variedade de uva branca mais famosa do mundo. Originalmente da Borgonha, esta vinha produz vinhos muito finos que expressam aromas de flores brancas (acácias), avelãs, amêndoas, brioches e cítricos quando o vinho é jovem.

Na França, esta variedade de uva é perfeitamente expressa em Borgonha, mas também em Champagne, onde faz parte do corte de champagnes famosíssimos junto com a Pinot Noir.

vinho chardonnay frances

O Chardonnay é cultivado em muitos países do mundo, mas é na Borgonha que se podem descobrir os melhores vinhos brancos produzidos por sua produção.

É uma variedade de uva que, em primeiro plano, é sensível às geadas da primavera.

Na França, o Chardonnay é encontrado principalmente na Borgonha, particularmente na região da Côte d’Or, onde produz grandes vinhos (Meursault, Montrachet), Côte de Beaune e Chablis, onde esta uva aprecia solo argila e calcário.

uva chardonnay

Particularmente, diria que os melhores Chardonnays da borgonha são Chablis. Vale a pena por na lista de experiências para ter antes de morrer.

O Chardonnay também é cultivado em champanhe principalmente na Côte des Blancs (um champanhe chamado de Blanc de Blancs vem deste único varietal).

Espumantes de Chardonnay

Também é encontrado no Languedoc onde entra a composição do crémant, que são os espumantes que são feitos fora da região de Champagne, e por isso não podem usar este nome.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

O Chardonnay é produzido em todas as principais regiões vinícolas do mundo. Em Espanha, Itália, Califórnia, Austrália, Chile, Argentina e Brasil.

Os vinhos de Chardonnay são vinhos amplos e elegantes com aromas finos e frutados.

Na Borgonha, envelhece em barricas de carvalho. Os aromas variam de acordo com o terroir: mel, manteiga na Côte d’Or, mineral, frutas brancas (pêra, pêssego, lichia) em Chablis.

Os Champagnes Blanc de Blancs desenvolvem aromas de torrada, brioche, avelã e frutas cítricas.

A cor dos vinhos deste varietal é um amarelo dourado brilhante com reflexos verdes.

Como harmonizar Chardonnay com comida

A uva Chardonnay é uma variedade de uvas muito fácil para harmonizar. É o deleite dos sommeliers!

Em parte, porque apresenta uma paleta aromática muito grande, com diferentes estruturas bucais, diferentes níveis de arredondamento e acidez que esta variedade de uva nobre é tão complexa e, finalmente, tão simples de se casar.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

Espumantes rosés podem ir muito bem com vários pratos principais, e não só com entradas e canapés salgados, como é comum vermos. Você pode apostar nos espumantes rosés para pratos principais incomuns, como um risotto de beterraba. Espumantes rosés costumam ter riqueza de aromas e sabores. Um prato que também casa muito bem com o espumante Rosé Brut é o salmão com crosta de gergelim. Novamente, o crocante casa com as borbulhas, enquanto a carne gordurosa do salmão vai bem com a acidez do espumante rosé.

Todos os tipos de frutos do mar, peixe, são frequentemente compatíveis com vinhos de Chardonnay. Pode ser perfeitamente harmonizado com uma miríade de pratos de frutos do mar.

Se é simplesmente cozido, marisco com manteiga ou com óleo, sushi, sashimi, em suma, tantas variedades de peixes e formas de cozinhar que, finalmente, se encaixam perfeitamente com essa variedade de uva branca.

A riqueza do Chardonnay faz maravilhas com lagosta, caranguejo e outros peixes gordurosos.

vinho chardonnay

Você também pode desfrutar de uma taça de Chardonnay e uma grande variedade de carne branca, como frango, vitela ou carne de porco.

Sua acidez natural faz com que seja um companheiro perfeito para uma grande variedade de queijos duros e macios, ou mesmo cremosos.

Facilidade de cultivo do Chardonnay ajuda em sua popularidade

Chardonnay é uma variedade fácil de cultivar. Adapta-se e amadurece em uma miríade de terrários diferentes.

vinho chardonnay

Uma das razões pelas quais essa variedade de uva cresceu em popularidade é a facilidade na adaptação à região, ao terroir onde é cultivada.

Vinho Chardonnay: tudo sobre a rainha das brancas

A riqueza e a nobreza dos terroirs em que o encontramos hoje no mundo oferecem Chardonnay muito diferentes um do outro.

O estilo do Chardonnay pode variar de acordo com o solo em que é plantada.

A riqueza de seu solo, sua exposição ao sol, fermentação alcoólica, entre outros.

Alem disso, a fermentação malolática também pode trazer aromas diferentes ao vinho, seja ela feita em barricas ou não.

Existem muitos outros critérios que fazem do Chardonnay uma das variedades de uvas mais plantadas do mundo!

Este post foi útil?

Clique em uma estrela para votar!

Postagens populares neste assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu
APRENDA SOBRE VINHO COM CONTEÚDO GRATUITO!
Você irá receber as melhores aulas e postagens de forma gratuí­ta no seu e-mail! Sem pagar nada.
EU QUERO!
Esta janela aparecerá somente uma vez, aproveite,
em breve nossos cursos serão exclusivos para assinantes!
close-link

CONTEÚDO DE ACESSO VIP

 100% GRÁTIS  

Insira seu e-mail para fazer download da
Ficha de Avaliação de Vinhos
BAIXAR FICHA!