Beber um bom vinho é. Sem dúvidas, um dos grandes prazeres da vida desde os primórdios da humanidade, sobretudo na presença de pessoas que amamos. Mas você sabe algo sobre a produção de vinho ou como o vinho é feito?

Isso mesmo, você. Como acha que o vinho chega engarrafadinho e bonitinho até a sua mesa? Acha que é só pisar na uva e esperar o suco virar vinho?

Se disser que sim eu me retiro da mesa.

E levo o vinho comigo, por que, né? Ninguém é obrigado.

vinho-mesa

Pensou duas vezes, certo?

Costumo dizer que vinho é feito no campo, são de um belo cultivo de uva que é possível termos belos exemplares de vinho.

É interessante pensar que no imaginário popular, pisou na uva, o suco veio, tá pronto.

No entanto, o que poucos conhecem, é todo o caminho percorrido do plantio da uva ao processo de produção.

Até que aquele liquido escuro gostoso que vai pra dentro da garrafa fique pronto, são muitos passos.

Conhecendo melhor como se faz vinho

Você conhece alguma coisa da produção de vinho? Não? Então vamos resolver isso já.

Vamos aprender um pouco mais sobre como o vinho é produzido, eu listei essas 10 curiosidades sobre a produção de vinho que toda pessoa que gosta da bebida deveria conhecer. Vem comigo!

10 Curiosidades sobre a Produção de Vinho

1. AMADURECER OU ENVELHECER?

De acordo com alguns especialistas, há uma grande diferença entre o processo de amadurecer e envelhecer o vinho.

Um vinho é considerado amadurecido quando é armazenado em barris de carvalho antes do engarrafamento.

Já o envelhecimento é determinado pelo tempo que ele se encontra na garrafa.

2. FRISANTE OU ESPUMANTE?

Outra das curiosidades sobre a produção de vinho diz respeito à diferença entre frisante e espumante.

O frisante se trata de um vinho comum que, depois da finalização da fermentação, recebe a adição de gás.

Já no espumante o gás é proveniente de uma segunda fermentação, que pode ser em garrafa, ou em tanques pressurizados de inox.

Isso acontece pois durante essa fermentação o gás fica preso ao líquido, fazendo com que seja formada a espuma quando a garrafa é aberta.

Se você tem mais curiosidades sobre espumantes, você pode ler aqui!

3. SERRA GAÚCHA EM PRIMEIRO LUGAR

No Brasil, a Serra Gaúcha ocupa um lugar de destaque quanto à produção de vinho, sendo responsável por mais de 90% da produção nacional.

4. FINO FINO DOCE

O sabor adquirido pelos vinhos doces finos (licorosos) é proporcionado por processos naturais, sem contar com qualquer tipo de adição de açúcar. Ao contrário dos vinhos de mesa suave.

Os finos doces, são vinhos do tipo colheita tardia por exemplo, ou os vinhos de sobremesa, que devido suas uvas atingirem alto grau de maturação (bastante açúcares), permitem a produção de vinhos doces.

5. TEMPO ATÉ DAR FRUTOS

Com relação às curiosidades sobre a produção de vinho, é interessante mencionar que, após plantada, uma videira demora entre 4 e 5 anos para dar seus primeiros frutos.

Ou seja, se você quer iniciar um negócio de vinho, precisa plantar as videiras 4 ou 5 anos antes.

6. O CHAMPAGNE OU ESPUMANTE

O Champagne consiste em um vinho branco espumante que teve origem na região de Champagne, na França.

Apenas os vinhos oriundos dessa região podem ser considerados legítimos Champagne. Os demais, apenas espumantes.

Os vinhos nacionais que são produzidos pelo mesmo processo dos Champagnes, são chamados de Espumantes.

Os espumantes espanhóis, são chamados de “Cava”.

7. APENAS 50 UVAS

Embora exista uma imensa diversidade de uvas viníferas, apenas 50 tipos são utilizados na maioria dos vinhos existentes.

8. VINHO PARA INVERNO E VINHO PARA O VERÃO

Poucas pessoas sabem disso, mas há um tipo de vinho recomendado para cada estação do ano.

No outono, o ideal é saborear vinhos tintos de médio corpo. Já no inverno, os tintos mais encorpados consistem na melhor opção.

Na primavera, os especialistas sugerem o rosé. E no verão, são mais indicados os vinhos refrescantes, como brancos, frisantes, espumantes ou frutados.

Embora aqui no Vem da Uva bebemos qualquer tipo de vinho em qualquer época do ano. Afinal de contas, existem inclusive vinhos tintos indicados pro verão.

9. RESERVA OU RESERVADO?

Os vinhos rotulados como “reservado” de forma geral são vinhos mais simples e produzidos em grande escala.

Já o vinho “reserva” denota a bebida que foi produzida com maiores cuidados em todos os processos de produção, obedecendo critérios especiais para que o sabor alcance o ponto ideal.

Lembrando que essa nomenclatura é mais comum em vinhos do novo mundo, como Chile e Argentina.

10. ENÓLOGO OU ENÓFILO?

O termo enólogo é utilizado para designar o profissional que atua diretamente na indústria dos vinhos, sendo responsável por coordenar e supervisionar a produção da bebida, além de todo os aspectos da uva no campo.

Já a palavra sommelier se refere ao profissional que atende os clientes em um restaurante, ou lojas, orientando-os quanto à escolha e harmonização de cada vinho, além do serviço da bebida.

Conclusão

As delícias e curiosidades sobre a produção de vinho aumentam ainda mais a vontade de experimentá-los não é mesmo? Então, capriche na próxima escolha e usufrua de todos os sabores proporcionados por esta bebida.

Produção de Vinho

Eu quero saber agora, quantas delas você já sabia. Comente aí embaixo:

Este post foi útil?

Clique em uma estrela para votar!

Nota média / 5. Contagem de votos:

Este post ainda não tem votos, seja o primeiro!

Artigos Relacionados

2 Comentários. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

MAIS LIDAS

Categorias

CONHECE NOSSO GUIA?
Como Degustar Vinho Como um Profissional
de R$29,90 por R$19,90

Menu