Escolhendo vinho para o verão

0

As dicas que vou dar aqui devem ser levadas sem compromisso, com casualidade e sem seriedade, exatamente como você deve encarar o seu verão. A

qui no Brasil, geralmente associamos o verão à cerveja e o vinho ao inverno, mas convenhamos: quem gosta de um bom vinho não vai largar ele ainda que esteja suportando um calor de 40 graus. E o verão chama bons brancos e espumantes. vinho-encorpado

Vinhos de verão

Vinhos de verão devem ser frutados, refrescantes e informais, assim como boas bermudas e havaianas. Quando você está relaxando, festando com os amigos, jogando conversa fora na beira da piscina ou pegando um sol em silêncio, você não quer refletir sobre a complexidade de um vinho ou sobre a profundidade dos seus aromas e suas cores.

Quando o sol está batendo e o fim do dia está chegando, você quer que o álcool seja brando para que você não sinta o seu efeito pesando e assim, você vai curtir o dia por inteiro sem lesar em uma cama ou sofá.

Ninguém gosta de perder os preciosos minutos de sol de horário de verão, principalmente se estiver com os amigos por perto, não é mesmo?

Sobre os tintos encorpados

Os grandes tintos com toques de carvalho poderão ser guardados para serem apreciados no inverno ou em dias de temperaturas mais amenas, ao lado de uma boa lareira com companhias especiais e jantares bem elaborados.

Você já percebeu como as comidas são sazonais? Com os vinhos, não é diferente! O foundue está para o inverno, assim como o camarão à milanesa está para o verão. A propósito, este fica muito melhor quando acompanhado de um bom espumante.

Dicas para beber vinho no verão

Como escolher um bom vinho branco para esta estação?

Dê preferências para vinhos descompromissados! Como regra geral, busque vinhos simples, leves, sem madeira, de preferência de safras jovens, 2014 ou 2015 (e daqui a pouco, 2016).

Você não vai precisar de um grande vinho amanteigado para relaxar sob o sol, isso você vai deixar para fazer harmonizações legais com os amigos no final de semana na casa de praia. U

m bom Chardonnay com estrutura, com passagem por barrica e de safras de uns 3 ou 4 anos faz boa companhia para um salmão com alcaparras.

Espumantes

Na escolha de um espumante, prefira aos mais frescos. Para tomar com as amigos na beira da piscina opte por espumantes feitos 100% de Chardonnay, essa variedade confere características mais brasileiras ao espumante.

Costumo dizer que são espumantes feitos para o litoral. Os de Pinot Noir ou da mistura das duas uvas podem servir muito bem em noites quentes como aperitivos para jantares com as amigos.

Não esqueça de por água junto as pedras de gelo no seu balde, isso vai fazer com que a garrafa do seu espumante esteja em contato com líquido gelado em toda a sua superfície, mantendo melhor a temperatura ideal da bebida, que deve estar entre 5 e 10 graus.

E tintos, pode?

Tinto pode? Pode sim. No mundo do vinho, tudo pode se você souber alinhar os sabores e intensidades. Para os tintos no verão, dê preferência aos de pouco ou médio corpo.

Uma boa pedida são os Pinot Noir chilenos e alguns nacionais de características jovens, e porque não um Beaujolais Nouveau, um Gamay leve e fresco, ou Zinfandel da Califórnia.

Esses vinhos caem bem na beira da praia para dias de verão com temperaturas mais amenas, para depois que o sol se pôs, quando aquela brisa gostosa do mar está batendo na sacada do seu apartamento de praia e permite-se ser um pouco preguiçosa em uma rede ou cadeira confortável.

Evite os Pinot Noir da Borgonha, eles são encorpados e pedem harmonização, são vinhos complexos e extremamente gastronômicos, ou seja, apropriados para o consumo no inverno.

Percebeu como a combinação de vinho e verão funciona? Se ficou alguma dúvida você pode me contatar por e-mail.

Meu desejo é que você consiga curtir o seu verão com um bom vinho na mão e consiga criar aquela intimidade gostosa entre você e sua taça, porque convenhamos, não há nada melhor.

Para isso você precisa saber o que há por dentro dela. Fechamos, né? Um bom vinho pra você e tin-tin! Texto publicado anteriormente na revista Clube do Champagne e no Jornal Diário do Sul.

Sobre o Autor

Finalista da copa Vinhos do Brasil 2014 realizada pelo IBRAVIN. Colaborador da revista Clube do Champagne. Wine-junkie certificado. Passo meus dias entre vinhedos, escritórios e mesas de bar. Tin-tin!

Comentários fechados.

Mais vinho, por favor!

Assine
e receba
GRÁTIS
dicas sobre vinhos

Divirta-se com uma taça!
ASSINAR
close-link
ASSINAR O BLOG
Shares
Share This