Aprenda Mais Rápido!
Ficha de Avaliação de Vinhos
Receba agora nossa ficha e comece a avaliar seus
vinhos com os amigos de forma profissional!
Baixe agora. É grátis!
Quero receber a ficha de avaliação grátis!
Não, obrigado.

Na hora de escolher o vinho perfeito para comemorar uma noite especial ou simplesmente dar-se ao prazer de encerrar o dia com um cálice dessa bebida, naturalmente as pessoas ficam um pouco confusas. Por isso, diferenciar as características básicas de um vinho Malbec entre muitos outros tipos é fundamental para acertar em cheio na escolha.

Deseja conhecer um pouco mais sobre essa bebida apreciada no mundo todo? Confira este post.

Por que o vinho Malbec recebeu este nome?

Antes de mais nada, é preciso enfatizar que o nome deste vinho foi escolhido em virtude da uva utilizada em sua fabricação, ou seja, a Malbec. Já o nome Malbec vem do nome de um viticultor húngaro chamado Malbek, como vinhos nessas curiosidades sobre a Malbec.

Obviamente o vinho Malbec não é suave, portanto, não vá na onda de quem acredita que Malbec é uma uva suave ou menos forte. Ela pode ser tão potente quanto uma Merlot se bem cuidada.

Malbec e Argentina, um caso de amor

Embora esta uva tenha suas origens na França e também esteja presente em diversos países como Chile, Austrália e Nova Zelândia, a alta qualidade do vinho Malbec é reconhecida por meio dos vinhos argentinos.

O motivo disso é que a condição climática dos nossos “hermanos”, especialmente com relação à região próxima à Cordilheira dos Andes, na cidade de Mendoza, favoreceu o máximo desempenho da Malbec.

Por mais que esta uva seja utilizada na fabricação de outros tipos de vinho, o fato é que no que diz respeito ao Malbec, nenhum será tão bom e fiel às características quanto os argentinos.

A Argentina também soube reconhecer uma oportunidade de Marketing, nomeando a Malbec como sua uva emblemática. Assim, sempre que fala-se de Malbec, lembra-se de vinhos argentinos.

Se você for pensar de uma forma diferente, o Malbec funciona como o promotor dos vinhos argentinos, já que muita gente inicia os conhecimentos no mundo do vinho depois de provar um Malbec.

E quais são as características básicas de um vinho Malbec?

Cor

Não é em vão que este vinho pertence à família dos tintos clássicos, já que ele possui cor em tom vermelho púrpura bem intensa, também conhecida como rubi violácea. Em outras palavras, trata-se de um vinho robusto e bem concentrado. Puxando um pouco mais para o roxo que para o vermelho.

Aroma

Aromas no VinhoO Malbec possui um aroma que recorda frutas de coloração forte, tais como cerejas maduras, ameixas, morangos e anis.

Malbec tem aromas que lembram ameixa.

Geralmente a Malbec tem aromas das conhecidas “frutas vermelhas” porém de casca um pouco mais escuras, como as ameixas, foto ao lado.

Além disso, este vinho pode mostrar um certo aroma floral que denota baunilha e violetas, tornando-o ainda mais agradável e marcante.

Sabor

Outra das principais características desse vinho trata-se do sabor prolongado e suavemente adocicado proporcionado pela intensidade das frutas maduras. Assim, ele está longe de ser considerado um vinho fresco. É um vinho que pode ser considerado suave exatamente por este detalhe de sabor. O que não significa que o vinho não seja potente e tânico.

Por conter acidez bem equilibrada e taninos redondos, este vinho favorece um paladar longo e aveludado com agradável textura, ou seja, não é aquela bebida que “amarra a boca”.

Exatamente por este motivo, o Malbec consiste em um vinho predominantemente gastronômico, de fácil paladar.

Qual o momento ideal para tomar e servir este vinho?

Por se tratar de um vinho aromático e com excelente profundidade de sabor, o Malbec consiste na melhor opção para as noites de outono e inverno, ou seja, quando a temperatura está baixa.

Já com relação aos dias e noites mais quentes, ele não é considerado uma opção interessante. Ele não é um vinho de verão, já que neste caso, é recomendado escolher algum tipo de vinho que seja menos intensos ou mais frescos, como o branco, Pinot Noir ou rosé, por exemplo.

Com quais pratos o Malbec harmoniza melhor?

Você certamente deve estar se perguntando quais são os pratos mais recomendados para acompanhar um bom vinho Malbec, aproveitando para servi-lo em um jantar especial para a família ou amigos.

Algumas harmonizações para o vinho Malbec

De forma geral, este vinho fica muito bem com carnes de sabor forte:

  • Picanha;
  • Alcatra;
  • Costela (e outros cortes especiais de churrasco)
  • Cordeiro;
  • Pato (se feito com molho de personalidade);
  • Alguns tipos de pratos baseados em cogumelos;
  • Prato a base de pimentões;
  • Molhos mais fortes à base de alho e cebola;
  • Pratos elaborados com berinjela ou que contenham muitas nozes;
DICA
Perceba que os cortes de carnes indicados são os mais suculentos, preparados ao ponto ou mal passado

O motivo disso é que a suculência das carnes ou o sabor forte dos cogumelos favorece um paladar ainda mais agradável ao vinho, consistindo na harmonização perfeita.

ATENÇÃO
Em hipótese alguma um legítimo Malbec deverá ser servido com peixes, frango e saladas.

Dicas na hora de comprar vinhos Malbec

Para acertar ainda mais na escolha deste tipo de vinho, nada melhor que você já saber quais são os melhores disponíveis nas adegas e grandes supermercados.

Por isso, elaborei uma lista especial considerando principalmente os melhores Malbecs produzidos no Chile e na Argentina com preços que atendem todos os bolsos:

  • Concha Y Toro Reservado Malbec – R$ 35
  • Benjamin Nieto Malbec – R$ 40
  • El Ciprés Malbec – R$ 69
  • Trapiche Roble Malbec – R$ 70
  • Norton Malbec DOC – R$ 70
  • Pulcu Reserva Malbec – R$ 72
  • Las Perdices Reserva Malbec – R$ 75
  • Finca El Origen Reserva Malbec – R$ 75
  • Emilia Nieto Senetiner Malbec – R$ 90
  • Valle las Acequias Classe A Malbec – R$ 83
  • Zorzal Terroir Único Malbec – R$ 88
  • Catena Malbec – R$ 130.

Quer ir de Malbec nacional? Também tem!

Caso você não encontre uma dessas marcas, a dica certeira é sempre verificar no rótulo onde o vinho foi produzido.

De forma geral, os de tipo Malbec produzidos na França, Brasil, Itália ou demais países, mostra, mostram características diferentes dos Malbecs feitos na Argentina. Assim, priorize as marcas oriundas do nosso país vizinho, ainda que elas sejam um pouquinho mais caras, mas não deixe de experimentar o Michele Carraro Malbec 2010 para ser surpreendido.

E então, o que achou dessas características básicas de um vinho Malbec? Para saber ainda mais sobre este assunto, leia um post especial sobre as curiosidades desta saborosa uva. Com esses conteúdos, você vai ficar um expert no assunto!