Aprenda Mais Rápido!
Ficha de Avaliação de Vinhos
Receba agora nossa ficha e comece a avaliar seus
vinhos com os amigos de forma profissional!
Baixe agora. É grátis!
Quero receber a ficha de avaliação grátis!
Não, obrigado.

Tivemos várias surpresas agradáveis em nosso Carnaval em Bento Gonçalves/RS. Uma delas foi nossa parada na Michele Carraro, que fica bem na beira da rodovia do Vale dos Vinhedos. Fomos muito bem recebidos, degustamos vinhos a vontade e batemos papo por horas. Mas este é assunto para outro post. Agora vamos falar sobre o Michele Carraro Malbec 2010.

Michele Carraro Malbec 2010, que vinho!

Michele Carraro Malbec 2010Na vinícola ele já se demonstrou um destaque, bastante complexo, bem frutado e muito bom no paladar, o que acabou nos levando a comprar uma garrafa deste vinho.

Então, dois meses após a compra, convidamos uns amigos para mostrarmos o vinho, e pedimos para que eles comprassem um Malbec de até uns R$45, preço pago no Michele Carraro Malbec. Assim, poderíamos comparar o custo-benefício de um Malbec nacional com um Malbec argentino.

E infelizmente o Malbec argentino, Benjamin Nieto Senetiner Malbec 2015 ficou bem abaixo na sua avaliação, que você pode ler aqui. O vinho não conseguiu atingir o mesmo nível de complexidade do Malbec do Vale dos Vinhedos.

Características do Michele Carraro Malbec 2010

O Michele Carraro Malbec 2010, em sua coloração vermelho rubí, bastante profundo demonstra alguns traços de evolução, não sendo também a sua cor muito viva, não muito brilhante na verdade. Se você tem dúvidas sobre a coloração dos vinhos, não deixe de clicar aqui! 

No nariz

Em seu  ataque inicial é perceptível o ataque de aromas de couro, e alguns até de caráter animal. Teve um leve herbáceo perceptível, mas que com o tempo foi se perdendo. E a medida que a garrafa ia esvaziando, e o tempo passando, o caráter frutado do vinho tomou conta. As frutas vermelhas, em compota foram tomando espaço mostrando a complexidade do vinho.

Em boca

Apesar de seus 7 anos de vida, o vinho apresentou uma acidez muito agradável e taninos presentes, no entanto, elegantes, sem aquela adstringência. Um vinho bastante equilibrado, que pede o segundo, e o terceiro gole.

O vinho chegou a ótima pontuação de 88 pontos.

Para harmonizar

Para a harmonização desse vinho, desde pratos com carnes vermelha, queijos e pode-se acompanhar também massas com molhos aromáticos não tão gordurosos.