Cave de Pedra Adaga Chardonnay 2014

0

Adaga Chardonnay 2014

89%
89%
Muito Bom!

Um vinho muito elegante, bastante redondo.

  • Aspecto Visual
    9
  • Aromas
    8.7
  • Paladar
    8.7
  • Aspecto Global
    9.1
  • Avaliação dos Visitantes (0 Votos)
    0

Tem dias que você para na frente da Netflix e fica só pensando, o que vou ver hoje? Bom, pensamos e chegamos na decisão que o filme seria: O Julgamento de Paris. Não vou revelar o desfecho do filme. Porém, tenho que dizer que foi ele o responsável por me fazer querer logo em seguida tomar um bom Chardonnay, sem spoiler.

A Cave de Pedra já figurou antes no Vem da Uva com o incrível Egiodola, como você pode ver aqui. E então, sabendo da qualidade dos vinhos, decidimos que a vontade de tomar um bom Chardonnay seria saciada com o Cave de Pedra Adaga Chardonnay 2014.

E onde tem vinho bom, tem que ter comida boa, certo!? E como não bastava a vontade de tomar o vinho, outro desejo era o de comer um camarão na abóbora. Juntamos a sede com a vontade de comer – literalmente.

Cor

Quando o vinho foi para a taça, apresentava uma coloração amarelo dourada com alguns reflexos esverdeados, bastante brilhante e aparentava não ter sido filtrado. Algo interessante para um Chardonnay.

Aromas

Quando chegou a hora de sentir os aromas do vinho, a festa começou. Este Chardonnay da Cave de Pedra passa por um período de seis meses em barris de carvalho americano.

Este tempo no carvalho permitiu que o vinho ganhasse novos aromas. E realmente, os aromas que vem deste período em barrica se destacam, como os aromas mais amanteigados.

Percebemos coco levemente tostado, um pouco de melão (ou outras frutas brancas, como pera) e até algo herbáceo. Nós degustamos o Cave de Pedra Adaga Chardonnay 2014 em 2017, com apenas 3 anos de vida.

Giz de cera, coco tostado e melão. Aromas encontrados no Cave de Pedra Adaga Chardonnay.

Em meio a esses aromas, um deles chamou muito a atenção, por ser incomum em vinhos nacionais – o aroma de giz de cera, um aroma mineral.

Aliás, você sabia que a Serra Gaúcha possui solos que vem da pedra basalto, a pedra ferro? Dessa forma, foi muito interessante perceber esse aroma mineral, que expressa o terroir e tipo de solo onde a uva foi cultivada. Não é por obra do acaso que o nosso blog se chama Vem da Uva!

Sabor

Em boca o vinho é macio e bem cremoso, elegante e bastante redondo. Acompanha todas as nuances percebidas em seus aromas e apesar da acidez bastante correta e viva, talvez poderia se beneficiar de um pouco mais de acidez. Dito isso, o que mais me encantou no vinho foi o fato de bater aromas com sabores. O que você espera no aroma, você encontra em boca.

Este é um vinho bastante gastronômico, então pode ir pra cozinha sem medo e fazer aquele peixe. Ou siga a nossa dica e faça um camarão na abóbora. O riqueza de aromas e sabor do vinho combina bem com molhos cremosos, como é o caso. Ou se não tiver no humor de cozinhar, aperitivos em geral. Defumados ou só um queijo de média cura vão deixar a experiência ainda mais interessante.

Nós atribuímos ótimos 86 pontos ao Adaga Chardonnay 2014. É um vinho para se repetir.

E se você ficou curioso para saber mais sobre a vinícola, como comprar, visitar, é só visitar o site deles aqui! 

Sobre o Autor

Já quis ser advogado, juiz e economista. Tenho 23 anos. Técnico em Vitivinicultura. Estudante de Engenharia Química, sendo que no decorrer do caminho descobri que serei vitivinicultor.

Envie uma resposta

Mais vinho, por favor!

Assine
e receba
GRÁTIS
dicas sobre vinhos

Divirta-se com uma taça!
ASSINAR
close-link
ASSINAR O BLOG
Shares
Share This