Aprenda Mais Rápido!
Ficha de Avaliação de Vinhos
Receba agora nossa ficha e comece a avaliar seus
vinhos com os amigos de forma profissional!
Baixe agora. É grátis!
Quero receber a ficha de avaliação grátis!
Não, obrigado.

A Cave de Pedra por si só já é um espetáculo a parte, totalmente voltada para o enoturismo, sua arquitetura chama bastante atenção. Em algum outro momento, falaremos apenas da vinícola, que fica no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves/RS. Hoje vamos falar do Cave de Pedra Adaga Egiodola 2012.

Uma surpresa boa

Cave de Pedra Adaga EgiodolaEm toda nossa viagem pela região dos vinhos, a Egiodola apareceu pouquíssimas vezes. Foi aqui, na Cave de Pedra, que ela chamou atenção.

Uma variedade de uva francesa que não é muito comum, e nem muito cultivada no Brasil. E mostra um vinho extremamente interessante.

O vinho da Cave de Pedra leva em média 2 anos pra ficar pronto, desde colheita da uva, fermentação, 8 meses de barrica de carvalho francês e amadurecimento na garrafa, nas caves da vinícola.

As cores do Cave de Pedra Adaga Egiodola

Na taça, o vinho demonstrou a cor vermelho-rubí bastante profundo, denso, e com alguns reflexos violáceos. Tinha belas lágrimas, bastante brilhante e límpido. Lindo de ver.

Os aromas de especiarias destacam-se

Trata-se de um vinho onde os aromas frutados ficam um pouco em segundo plano. No entanto, a complexidade aromática do vinho é enorme.

É um daqueles vinhos que você precisa realmente dar tempo para mostrar seu potencial. Destacam-se os aromas de especiarias, como a pimenta-rosa e até noz-moscada.

Como um vinho que tem tempo de garrafa e de barril, com o tempo, novos aromas vão surgindo. No final da garrafa, apresentava aromas como café e tostado. Depois de um tempo, ele perdeu a intensidade de aromas alcoólicos e começou a revelar-se, integrando-se ao restante do bouquet.

Em boca o vinho é excelente

Em boca, o vinho é bastante potente e redondo. Possui uma ótima acidez, taninos presentes e um vinho bem corpulento.

Pelo conjunto pode-se dizer que o vinho suporta mais um tempo ainda em guarda, para quem prefere os vinhos mais evoluídos. A safra é 2012 e ele segura no mínimo mais uns 3 anos, se bem guardado.

O Cave de Pedra Adaga Egiodola 2012, atingiu ótimos 88 pontos em nossa degustação.

Harmonizando o Cave de Pedra Adaga Egiodola

O vinho apresenta acidez marcante, então, porque não pratos com acidez também marcante?

Pode aproveitar e harmonizar com aquele molho mais gorduroso e ácido, um prato mais apimentado ou carne bem temperada.

Massa a bolonhesa é uma boa sugestão. E não esqueça de conhecer os outros rótulos da Cave de Pedra.