Aprenda Mais Rápido!
Receba Nossa Ficha de Avaliação
E comece agora mesmo a avaliar seus vinhos
com os amigos de forma profissional!
Baste deixar o seu e-mail abaixo e você terá
acesso instantâneo a ficha de avaliação!
Quero receber a fiicha de avaliação grátis!
Não, obrigado.

Mulheres especialistas no segmento ministrarão painel durante a Feira Internacional do Vinho.

A presença feminina no setor vitivinícola nacional ganha cada vez mais espaço – elas estão nos bastidores da produção, à frente de entidades setoriais e atuando nas ações de relacionamento, divulgação e promoção das bebidas produzidas a partir da uva.

Entendendo esse cenário, a Wine South America 2018 (Feira Internacional de Vinhos que abre na próxima quarta-feira, dia 26, e segue até o sábado, 29) promoverá o painel “Vinho e mulher: reflexões e perspectivas”.

O encontro ocorre no espaço Wine Conference, às 19h30min do dia 26, com mediação da enóloga Monica Rossetti entre as convidadas Clori Izabel Giordani Peruzzo (empresária); Andréia Debon (jornalista e sommelier) e Julieta Carrizzo (sommelier italiana).

A proposta do painel é realizar uma análise da participação das mulheres no mundo da produção e comercialização do vinho, apontando tendências, influências e perspectivas.

Além disso, valorizar o aumento da presença feminina nas diferentes áreas de atuação ligadas ao mundo do vinho, colocando em evidência a história profissional de cada convidada, assim, elas poderão compartilhar seus desafios e conquistas como exemplos de encorajamento.

Depois de uma breve apresentação com critérios pontuais – como produção, marketing, comunicação e empreendedorismo, será realizada uma reflexão em grupo sobre a contribuição que as ‘mulheres do vinho’ podem oferecer ao segmento (viticultura sustentável, internacionalização, comercialização a novos consumidores, inovação/tradição). Conheça mais sobre as painelistas:

Monica Rossetti

Natural de Bento Gonçalves (RS), Monica trabalha há quase duas décadas na área de Enologia. Atualmente presta consultoria técnica e realiza cursos de formação no Brasil e na Itália por meio da sua empresa Rossetti Enologia.

Entre os projetos importantes que realizou, pode-se destacar a criação dos vinhos oficiais da Copa do Mundo 2014 e da coleção de vinhos e espumantes das Olimpíadas Rio 2016.

É coordenadora do projeto de viticultura e enologia de precisão chamado ‘animavitis’ – pioneiro na Europa. Há mais de 10 anos elabora vinhos em diferentes regiões da Itália seguindo a sua filosofia de naturalidade e respeito ao território.

Clori Izabel Giordani Peruzzo

Natural de Vacaria (RS), Clori mora desde 1986 na cidade de Bagé, localizada na Campanha gaúcha.

Formada em Estudos Sociais – complementação em História pela Universidade da Região da Campanha (Urcamp) e com MBA em Estratégia, Gestão de Negócios e RH, ela trabalhou por 10 anos como empresária na indústria de confecção, além de ter atuado como diretora de recursos humanos em uma empresa da família no ramo supermercadista.

Aproximou-se do universo vitivinícola em 2015, quando assumiu com o filho mais novo um negócio da família nesse setor. Hoje, faz parte da direção da Vinícola Peruzzo e atua como presidente da Associação dos Vinhos da Campanha Gaúcha.

Julieta Carrizzo

Italiana de Castello, cidade na Província de Caserta, na Campânia, Julieta Carrizzo se divertia quando menina pisando as uvas usadas por seu tio na produção de vinho caseiro.

Nos almoços de família, ainda pequena, bebia uma solução de tinto e água com gás. “Era nosso refrigerante”, lembra. Filha do restaurateur Antonio Carrizzo, fundador de casas de prestígio no Rio – como Arlecchino, Grottamare e Don Camillo – Julieta mudou-se com a família para terras cariocas aos 6 anos.

Formada em hotelaria em Lausanne, na Suíça, estagiou no Copacabana Palace, onde passou por diversas funções.

Por lá começou o interesse profissional pelo mundo das uvas, até então lembrança da brincadeira de infância. Com formação pela ABS-Rio, passou pelo Sofitel e pelo Hotel Santa Teresa até chegar ao Irajá Gastrô, do chef Pedro de Artagão.

Ali, montou sua primeira carta e iniciou a carreira. Hoje assina todas as cartas do Grupo que inclui cinco restaurantes (Irajá, Formidable Bistrot, Cozinha Artagão, Azur e Blue Note), além do catering Pedro de Artagão Festa. É apaixonada por vinhos naturais, orgânicos e biodinâmicos.

Andréia Debon

Jornalista formada pela Universidade de Caxias do Sul, coleciona duas especializações em vinho brasileiro: é sommelier pelo Senac Bento Gonçalves e sommelier internacional pela Federazione Italiana Sommelier Albergatori Ristoratori.

Desde 2004, é editora da revista Bon Vivant, publicação sobre vinhos (com destaque para os produzidos no Brasil), turismo e gastronomia; e também responsável pelo jornal A Vindima, especializado em vitivinicultura.

Participa, como degustadora, dos principais eventos ligados ao vinho brasileiro, além de promover degustações temáticas e guias para a revista Bon Vivant. Também participa de eventos de degustação na Argentina, Uruguai, Chile, Itália e outros países da Europa.