Aprenda Mais Rápido!
Ficha de Avaliação de Vinhos
Receba agora nossa ficha e comece a avaliar seus
vinhos com os amigos de forma profissional!
Baixe agora. É grátis!
Quero receber a ficha de avaliação grátis!
Não, obrigado.

Quer você seja ou não um fã de Game of Thrones, se você já passou alguns 30 minutos assistindo ao seriado, deve ter percebido a quantidade de vinho bebida no mundo de RR Martin, autor da série de livros que deu origem a série.

A parte mais interessante ao perceber cuidadosamente os vinhos mencionados em Game of Thrones é identificar que, assim como na vida real, Westeros tem suas regiões produtoras, além das uvas que mais se adaptaram a cada região. Soa familiar, né?

[CONTÉM SPOILERS LEVES, EVITE CASO PRETENDA ASSISTIR A SÉRIE]

daenerys-com-vinhos

Confesso que sou fã da série, mas não li os livros, por isso tive que pedir ajuda aos universitários e conversar com a galera que é aficcionada na série para entender o papel do vinho ao longo dos 5 (por enquanto) livros. Isso porque nos livros, cada vinho é descrito criteriosamente, dando detalhes como doçura, acidez, se forte ou não, alcoólico e etc.

Westeros tem 5 regiões principais produtoras de vinho. São elas: Rochedo Casterly, Jardins de Cima, Arbor, Dorne, Lys e Volantis.

Vamos conhecer as regiões viníferas de Game of Thrones?

Claro que vamos.  Abaixo, um mapa para você se localizar, e depois a descrição dos vinhos de cada região e o que você poderia esperar deles. Quem tinha o clima melhor para fazer os melhores vinhos?

vinhos-game-of-thrones

Os vinhos de Rochedo Casterly

Rochedo Casterly fica no oeste e é a casa dos Lannisters. Os vinhos, assim como a família, são percebidos como doce e perfeito – imagem que reflete o “lema Lannister de vida”. Mas aparentemente, para um bom conhecedor, os vinhos da região podem ser sem graça e sem aquele toque especial. Prince Oberyn fala para Tyrion em uma das suas visitas que “seus céus são muito cinza, seus vinhos muito doce, suas mulheres muito tímidas e sua comida muito simples”. Dorne deve ter vinho muito bom, né?

Vinhos similares:
Qualquer vinho pra ser consumidor rápido e sem barrica. Vinhos jovens, porém bons.

Jardim de Cima

Jardim de Cima é governada pelos milionários e elegantes cavalheiros da Casa Tyrell. Jardim de Cima, como dá pra imaginar, tem bastante verde e é extremamente fértil. Pra quem conhece a série, é uma das imagens mais bonitas de se ver. Ou seja, não é de se admirar que os Tyrel tenham alguns dos melhores vinhos de Westeros. Mas parece que rola um pecado por lá. Eles misturam especiarias ao vinho, o que é chamado de Hipocraz. Porém, reza a lenda que é um vinho fino misturado a açúcar e as mais finas especiarias de Jardim de Cima.

Vinhos similares:
Não temos nada nesse sentido, mas acho que dá pra pensar em uma Sangria, bebida que é feita de vinho, rum e misturada com frutas cítricas como laranja. Dá pra por alguma especiaria também como o cravo.

Arbor

Arbor é bem conhecida pela produção de vinho tinto e branco, porém é famosa mesmo por seu Arbor Gold, que dizem ser rico e frutado. Em Westeros, o povo acredita que este seja o melhor vinho do mundo. Diz a lenda que os plebeus trocariam o primogênito por um barril do Arbor Gold.

Vinho similar
Acho que lembra um Sauvignon Blanc da Serra Catarinense. Um Chardonnay encorpado da Califórnia ou os melhores brancos da Borgonha.

Dorne

Dorne fica no sudeste de Westeros, e é uma região árida e montanhosa. Famosa pelo cultivo de uvas, azeitona e citrino. Os dorneses tem a fama de pele vermelha, sexo a flor da pele e olhares sedutores (ui). Assim sendo, não é de ficar surpreso que os melhores vinhos tintos são daqui.

Em Dorne, o vinho preferido é seco e azedo, ao contrário do resto de Westeros, que prefere o vinho mais doce. Os amantes do vinho tinto dizem que os de Dorne são os melhores de Westeros, mas claro que existem alguns amantes dos vinhos tintos de Arbor que discordam da afirmação.

Vinhos similares:
Cabernet Sauvignon da Serra Catarinense. Ou bons vinhos de Bordeaux.

Lys

Lys também é conhecida como “A Amável Lys”, e é uma das nove cidades livres. Fica em uma ilha a Sudoeste de Essos. A cidade é conhecida por sua alquimia, ou seja, os segredos da química e do vinho estão escondidos aqui.

Quando Oberyn era jovem, foi exilado aqui. Apesar de longe dos bons tintos de Dorne, teve a oportunidade de descobrir os vinhos de Lys.

Vinhos Similares:
Pouco se sabe sobre os vinhos de Lys, mas imagino algo como os Malbecs argentinos.

Volantis

A cidade e a região tem sede de Guerra e Vinho (vou escrever esse livro, rs). Volantis é a cidade livre mais antiga de Westeros. Localizada no Sudoeste de Essos.

Com clima quente e cinco escravos para cada cidadão livre, Volantis tem a mão de obra necessária pra fazer vinho de qualidade em abundância. Pelo descrito nos livros, Volantis tem noites úmidas, o que levaria a vinhos encorpados e prontos para envelhecer com dignidade.

Vinhos similares:
Vinhos do Porto, vinhos de guarda de Bordeux.

E como eram os vinhos na idade média?

Westeros parece bastante com a Idade Média. Ainda hoje, nós achamos que o vinho como nós conhecemos é uma extensão do que sempre foi na antiguidade, errado. Os vinhos eram misturados com especiarias e outros elementos para que durasse por mais tempo. Além disso, tudo o que é possível, assim como açúcar, era adicionado ao vinho para que o gosto fosse tolerável, até metais.

A importância do vinho para Game of Thrones

Aparentemente, o vinho é um grande condutor de ideias para o autor da série, RR Martin. Além de estar sempre – eu disse sempre – presente, ele tem papel fundamental em momentos dramáticos e de comemoração. Cersei, Tyrion e Joffrey que o digam. Este último deve ter uma relação especial com a bebida, afinal de contas, foi dentro de uma taça que ele encontrou seu destino final.

joffrey vinho

Pra continuar lendo o blog você precisa de uma ajuda. Já sabe, né?

mais vinho cersei

Até a próxima postagem do Vem da Uva! Para explorar o blog, fuce a coluna a direita! 🙂 Não ficou claro? Então só obedeça a Cersei:

cersei vinho