1. Introdução ao Vinho
  2. »
  3. Como Diferenciar
  4. »
  5. Vinho “Suave”: Tudo o Que Você Precisa Saber

Vinho “Suave”: Tudo o Que Você Precisa Saber

Tags:

Entrar no mundo do vinho pode ser opressor. No entanto, escolher um tipo de vinho que você se sente mais confortável para iniciar a jornada pode tornar tudo muito mais fácil. Criamos um guia útil de vinho suave para iniciantes.

Seja pelo sabor, pelas cores ou mesmo pela pronúncia difícil de alguns deles, mergulhar no mundo do vinho pode ser um pouco assustador para quem está de fora. No entanto, não deveria ser. Degustar vinho é totalmente uma questão de preferência, e só você pode decidir quais vinhos funcionam melhor para você.

Para isso, você deve aprender um pouco sobre algumas das opções que estão a sua disposição. Para quem está iniciando no vinho e se acostumando com a bebida, uma reclamação comum está sempre relacionada ao gosto amargo ou seco que muitos vinhos têm. No entanto, existe todo um mundo de vinhos que são exclusivamente para pessoas que têm um gosto mais delicado, suave e até mesmo doce. Soa como algo que você se interessaria?

Existem vinhos suaves encontrados em qualquer categoria de vinhos, incluindo branco, tinto e rosé. Não são tão fáceis de encontrar, mas existem. Esses vinhos suaves ou demi-sec servem muito bem para iniciantes e certamente abrirão novas possibilidades para uma bebida com o jantar no próximo fim de semana.

Vinhos Tintos Suaves

Embora os vinhos tintos doces tenham obtido uma má reputação por serem baratos, ou simplesmente não serem bem feitos. Existem algumas opções entre os tintos que podem mudar seu envoltório ruim simplesmente por alguns sabores. Embora você seja um iniciante no mundo do vinho doce, pode ser necessário um leve empurrão para alguns bebedores de vinho de longa data tentarem um tinto doce, porque pode parecer errado no início.


CONHECE NOSSO GUIA?
 
Guia: Como Degustar Vinho Como Um Profissional

Como Degustar Vinho
Como um Profissional


de R$29,90 por R$19,90!!!




Os poucos vinhos doces para iniciantes que se enquadram nesta categoria incluem tintos efervescentes e tintos de corpo médio. Alguns desses vinhos incluem Schiava, Brachetto d’Acqui, Lambrusco, Sparkling Shiraz, Cabernet Franc e Dornfelder.

Tintos Suaves de Corpo Médio

Dornfelder

Dornfelder é um vinho alemão com notas de amora, cereja e algumas ervas condimentadas. Embora possa não ser o vinho mais doce do mundo, essa opção é ótima para fazer a transição para outros tintos mais secos.

Schiava

Schiava é um vinho tinto derivado do norte da Itália. Embora na primeira prova possa ser confundido com um vinho mais seco, as notas de fundo incluem canela, cereja e algodão doce, super suave. Existe até um ligeiro sabor floral misturado nas três notas.

Cabernet Franc

Cabernet Franc é um tinto macio e “suave” com notas de framboesa, violeta, pimentão e cassis. Com notas de gosto amargo e doce, é um vinho perfeito para expandir sua paleta. É um ótimo vinho que pode enganar por “docinho” para iniciantes que amam tintos suaves mas estão a caminho dos secos.

Espumantes Tintos Suaves

Espumante de Shiraz

Vindo da Austrália, o Espumante de Shiraz tem notas de chocolate, cerejas, morangos, amoras, carvalho e frutas doces. Sugere-se beber ligeiramente gelado. As opções para este tinto vêm em todas as faixas de preços diferentes. Por um custo baixo, experimente Hardys Sparkling Shiraz; ou se você está procurando algo um pouco mais premium, o Great Western.

Lambrusco

Super famoso no Brasil e presente em diversas cadeias de supermercados famosas, esse é fácil de encontrar. Vindo em dois tipos de vinho, o Rosso ou Rosato, o Lambrusco é um vinho doce frutado com uma gama de opções doces como Dolce, Amabie e Semisecco. Estes terão notas de molho de cereja, violeta e mirtilo. É uma ótima opção entre vinhos doces para iniciantes. Pra quem quer passar longe de qualquer coisa doce, esse é o que você evita.

Brachetto d’Aqui

Batizado em homenagem às uvas para vinho das quais é derivado, o Brachetto d’Aqui tem uma cor vermelha intensa, quase rubi. E com isso em mente, as notas vêm de quase todos os acentos de cor vermelha, incluindo cereja, morango, doce de rosa, violeta e framboesa.

Existem três opções de vinho Brachetto d’Aqui, sendo os tipos Rosso, um frisante com baixo teor alcoólico e alta doçura, Spumante, um vinho espumante , e Passito, também a opção mais doce, como a mais rica em sabor.

Vinhos Brancos Suaves

Os vinhos brancos são mais conhecidos por serem os mais “doces” entre os três grupos. Especialmente em comparação com os tintos, que são mais conhecidos pelo sabor amargo e sensação de travar a língua (taninos). Se procura algo mais doce, na dúvida, deve pedir por um vinho branco.

No entanto, existem certos brancos doces que são muito melhores do que outros. Depende de você decidir qual é a melhor combinação para o seu paladar.

  • Chenin Blac
  • Moscato
  • Sauterne
  • Torrontés (extremamente floral e com algum exemplares acessíveis Argentinos)
  • Riesling

Todos são ótimas opções para quem gosta de doces e vinhos doces para iniciantes.

Chenin Blac

Vindo do Vale do Loire, na França, este vinho vem em muitas opções, incluindo espumante e néctar dourado, entre muitos outros. Essas opções são as mais doces, principalmente o néctar dourado, que é considerado um vinho de sobremesa. O espumante Chenin Blac é o estilo mais comum deste vinho, como demi-sec ou brut. Para uma opção doce, iríamos com a Demi-Sec, para um sabor frutado.

Moscato

Este vinho branco é uma opção muito frutada com notas de limão, laranja, pêra e abacaxi. Normalmente servido com sobremesa, o Moscato é um vinho leve e com baixo teor alcoólico. Sugere-se emparelhar com nozes ou caramelo.

Sauternes

Outra opção francesa é o Sauternes. Este vinho tem notas de pêssego, damasco, mel, nozes e muita doçura. Mas para neutralizar todos os sabores doces, também há notas de acidez para equilibrar o corpo.

Sugere-se acompanhar com brie ou outros queijos. No entanto, pode ser uma opção muito cara para um vinho branco, mas os críticos de vinho elogiaram a qualidade do sabor.

Torrontés

Originário da Argentina, Torrontés possui sabores de limão e pêssego branco, além do doce aroma frutado de pétalas de rosa. Embora muitas opções deste vinho sejam feitas de forma mais seca, existem versões deste vinho que são muito doces, destacando os tons de pêssego. Combine este com queijo Manchego ou abóbora. Você não pode errar com um dos melhores vinhos doces para iniciantes.

Riesling

Cultivada na região do Reno na Alemanha, a Riesling é uma variedade de uva branca que cria um vinho branco com uma tonelada de tons e aromas doces. O vinho Riesling apresenta tons florais e acidez para equilibrar o paladar. Com aromas que incluem pêra, pêssego e maçã, e notas como maçã e frutos de árvore, não há como errar.

Tokaji

Este vinho húngaro é feito de uvas que permitem o crescimento de um fungo, chamado bolor cinzento ou botrytis. Isso confere ao vinho seu sabor e o que o torna tão único. Algumas notas incluem cera de abelha, açafrão e gengibre. É um vinho muito doce e com muito açúcar. Pode até ser comparado a alguns refrigerantes. Combine esta opção com brie ou queijo azul.

Vinho Rosé Suave

Rosé vem em uma variedade de níveis de doçura, como qualquer outro vinho. Existem opções no lado mais doce que irão agradar o seu paladar tanto quanto um rosé seco. No entanto, as opções são um pouco mais limitadas do que vinhos brancos ou tintos. Para mantê-lo seguro, Pink Moscato e White Zinfandels não erram quando se trata de vinhos doces para iniciantes.

Moscato Rosé

Como falamos anteriormente sobre o Moscato, o Pink Moscato tem os mesmos sabores tradicionais, com uma pitada de sabores doces frutados como cereja, romã, pêssego, damasco e framboesa. Melhor degustação em uma noite quente de verão, esta opção pode ser aparada com frutas ou outras opções de sobremesas leves.

Zinfandel Branco

Um dos vinhos rosados ​​mais doces, o Zinfandel Branco – super popular nos Estados Unidos – tem notas de frutas vermelhas, melão e doce, e não tem nenhum tipo de secura que algumas bebidas de vinho possam não gostar. Uma ótima opção para iniciantes no mundo do vinho, e que combina perfeitamente com uma variedade de alimentos, desde sobremesas a carne de porco ou massas. Ao contrário do nome, a coloração pode variar de salmão a vermelho-maçã doce.

Conclusão

E então, conseguimos jogar uma luz sobre as diversas possibilidades para você iniciar sua transição dos vinhos suaves para os demi-sec e, quem sabe, os finos secos? Eu espero que sim, já vimos que os vinhos secos, tintos ou brancos, trazem benefícios a saúde, bem mais que os suaves ou doces. Então, vamos fazer uma forcinha. Conta pra mim como está sendo a sua aventura provando coisas menos suaves aqui embaixo nos comentários!

Este post foi útil?

Clique em uma estrela para votar!

Nota média / 5. Contagem de votos:

Este post ainda não tem votos, seja o primeiro!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu
Cadastre-se e Aprenda
Sobre Vinho Grátis!
Toda semana você recebe as melhores aulas e postagens de forma gratuí­ta no seu e-mail! Sem pagar nada por isso.
ASSINAR
Aproveite! Em breve nossos cursos serão exclusivos para assinantes!
close-link

Faça Download da
Ficha de Avaliação de Vinhos
Oficial do Vem da Uva
DOWNLOAD