Vinho quanto mais velho melhor?

0

É um equívoco comum que todos os vinhos melhoram com a idade. Na verdade, mais de 90 por cento de todos os vinhos feitos no mundo deve ser consumido dentro de um ano, e menos de 1 por cento dos vinhos do mundo deve ser envelhecido durante mais de cinco anos.

Vinhos mudam com a idade. Alguns ficam melhor, mas a maioria não. A boa notícia é que o 1 por cento representa mais de 350 milhões de garrafas de vinho para envelhecer.

Infográfico Tempo de Guarda

O que faz um vinho durar mais de cinco anos?

  • A cor e a uva: Os vinhos tintos, por causa de seu teor de compostos colorantes, geralmente envelhecem mais tempo do que os brancos. E certas uvas tintas, como Cabernet Sauvignon, tendem a ter mais tanino que, digamos, a Pinot Noir.
  • Álcool: Todo mundo sabe que o álcool é um conservante natural. Provavelmente sua vó já usou álcool pra conservar alguma coisa em algum lugar, certo? Claro que sim! No vinho não é diferente, ele é responsável por boa parte da potência de guarda de um vinho.
  • A safra: Quanto melhor as condições do tempo em um ano, mais provável que os vinhos daquela vindima terão um melhor equilíbrio de ácidos e açucares, e, portanto, têm o potencial para envelhecer mais.
  • Região produtora: Certas regiões têm condições ideais para o cultivo de uvas, incluindo fatores como solo, clima, drenagem e inclinação do terreno. Isso também influencia na produção de uvas, que influencia na produção de vinhos.
  • Como o vinho foi feito: Quanto mais tempo o vinho mantém-se em contato com a casca de uva durante a fermentação (maceração), e se ele é fermentado ou envelhecido em barricas de carvalho, mais complexo ele será (o tanino funciona como uma espécie de conservante natural), o que pode ajudá-lo a envelhecer mais. Estes são apenas dois exemplos de como a vinificação pode afetar o envelhecimento do vinho.
  • Condições de armazenamento do vinho: Mesmo os melhores vinhos feitos no mundo não irão envelhecer bem se eles não forem armazenados incorretamente.
Menos de 1% dos vinhos do mundo deve ser envelhecido durante mais de cinco anos.

Ou seja, manter seu vinho na parte superior do seu armário da cozinha não vai ajudar muito. Além da temperatura, o grau de umidade também precisa ser levado em conta.

O limite da guarda

Infográfico - Janela de Consumo do Vinho

Todos os vinhos têm uma janela de consumo, ou seja, o seu pico, o auge da sua evolução, o que pode levar com que aquela garrafa guardada com tanto carinho fique velha demais. E vai ser uma grande decepção na hora de abrir a garrafa.

Muitas vezes, para saber quando você deve consumir um vinho específico, você precisará conversar com a pessoa que mais entende dele – o enólogo. Envie um e-mail para a vinícola produtora e peça auxílio. Diga o modo que você o conservou e por quanto tempo. Pergunta qual a data ideal para o consumo, com certeza eles te ajudarão.

3 dicas para envelhecer seu vinho com qualidade (todas são importantes!)

Algumas dicas rápidas para você conservar o seu vinho da melhor forma possível, dentro do que você dispõe de recursos.

  1. Luz solar: Mantenha vinhos envelhecendo longe da luz solar. A parte de baixo da casa, próxima ao solo, é sempre mais fresca. Se você não puder deixa-los na adega, não os deixe no lado da casa que pega mais sol, por exemplo. Escolhe o lugar mais fresco da casa.
  2. Temperatura: A temperatura ideal para vinhos de guarda está em algum lugar entre 12º a 18º graus. O truque, aqui, é prestar atenção na variação de temperatura onde você está guardando o vinho. Sempre mantenha a temperatura linear. O impacto da variação de temperatura sobre o seu vinho pode ser bem negativo.
  3. Umidade: Algo perto de 70%, se possível. As garrafas devem ficar na horizontal. Se possível, gire-as com certa frequência, assim você garante que toda a rolha esteja úmida o tempo todo. Rolha seca pode ser fatal para o seu vinho.

É preciso paciência

Esta é a parte mais interessante de todo o processo. Para que seu vinho envelheça corretamente você precisa de uma variável essencial: tempo.

A gente sabe que comprar uma garrafa de vinho e guardá-la até o momento exato de beber pode ser extremamente frustrante. Principalmente se você é da geração internet, que precisa de tudo para ontem.

Uma boa estratégia é comprar sempre duas garrafas de cada vinho especial para você, assim você bebe um e guarda o outro! Dessa forma você não vai se sentir sacrificando o presente em troca de uma experiência fantástica no futuro.

Conforme o tempo passa e você adiciona novos vinhos a sua adega, a culpa por abrir aquela garrafa não vai ser tão forte, afinal de contas, você tem uma reservada especialmente para guarda.

Lembre-se que a maior parte do vinho (1% de toda produção mundial) é para beber já, agora, e não para guardar. Então aproveite o seu vinho enquanto ele está em seu auge.



GOSTOU DA NOSSA POSTAGEM? CONTA PRA MIM AQUI EMBAIXO:

Sobre o Autor

Finalista da copa Vinhos do Brasil 2014 realizada pelo IBRAVIN. Colaborador da revista Clube do Champagne. Wine-junkie certificado. Passo meus dias entre vinhedos, escritórios e mesas de bar. Tin-tin!

Comentários fechados.

Cadastre-se e Aprenda sobre Vinho Grátis!
Toda semana você recebe as melhores aulas e postagens de forma gratuíta no seu e-mail! Sem pagar nada por isso.
CADASTRAR
Aproveite! Em breve nossos cursos serão exclusivos para assinantes!
close-link
Assine o Blog!
ASSINAR
close-link
Shares
pt_BRPortuguese (Brazil)
en_USEnglish pt_BRPortuguese (Brazil)