Qual a Diferença entre Vinho Reserva, Reservado e Gran Reserva?

4

Eu aposto que você tem bastante dificuldade quando chega no supermercado e tenta encontrar um vinho pra levar para casa, estou certo? É uma dificuldade imensa. E quando você se depara com o Vinho Reserva e o Reservado, qual a diferença? Será que você está sendo enganado?

São muitos nomes, títulos, rótulos. E parece que eles fazem de tudo para enganar você, tudo para que você leve um vinho e não outro. E você está certo.

Antes de mais nada, você precisa entender que o vinho é um produto como qualquer outro. Sendo assim, passa por uma área de marketing e promoção depois de ser produzido. É responsabilidade desse setor da vinícola, vender a ideia daquele produto.

Assim como você vai no mercado e é enganado por um desodorante que tem uma linda embalagem mas não funciona, você pode ser enganado por uma linda garrafa.

Diferença entre Vinho Reserva e Reservado

Eu fiz este infográfico abaixo para você entender melhor, sem perder tempo lendo textos longos. É o básico que você precisa saber sobre diferença entre Vinho Reserva e Reservado.

diferença entre vinho reserva e reservado Quem nunca se deixou levar pelos maravilhosos títulos de xampu?

Anti queda, com queratina, nova fórmula, assinado por fulano, ceramidas, cítricos, etc. São infinitos, tudo pra fazer com que você o leve. E as vezes nem é tão bom, certo?

O mesmo acontece com o vinho. Reservado, reserva, gran reserva, etc. Por isso é bom você prestar atenção sempre.

Eu sempre tento fazer os textos aqui no blog para que você consiga identificar da melhor forma possível um vinho no mercado ou empório (ou onde quer que você compre seu vinho).

Sem passar dificuldade e conseguindo driblar essas pegadinhas de vendas em que você pode cair.

As regras nos vinhos para outros países

É sempre bom lembrar que essa postagem é direcionada para os vinhos mais comuns aqui no Brasil, como os Chilenos e Argentinos.

Países europeus tem sua própria definição, e alguns, leis que regulamentam o uso.

Vinhos na França, Espanha e Itália

Nesses países, por exemplo, existem legislações que definem quanto tempo de maturação o vinho precisa ter para ser rotulado como Reserva. Geralmente 12 meses de barricas de carvalho e mais 24 em garrafa, nas caves.

Na Itália o termo “Riserva” é controlado por legislação e só pode ser utilizado quando um vinho foi envelhecido por pelo menos três anos.

Me conte o que você achou do infográfico, vai ajudar? Você quer ver mais como esses aqui no blog? Se você gostou, me conte!

Sobre o Autor

Finalista da copa Vinhos do Brasil 2014 realizada pelo IBRAVIN. Colaborador da revista Clube do Champagne. Wine-junkie certificado. Passo meus dias entre vinhedos, escritórios e mesas de bar. Tin-tin!

4 Comentários

  1. Patricia Quintao on

    Muito bem explicado,estou adorando os post,estou aprendendo. Parabens. Adoro tomar vinho,mas nao sabia nada sobre o mesmo,alem de apreciar quero saber o que estou tomando.

  2. Emérison Pereira on

    Excelente abordagem! Clara e objetiva. Eu até já li coisas mais completas, mas nunca com essa fluidez com que você apresenta. Parabéns!

  3. Bom dia Emérison!

    Muito obrigado pela força! Quando a gente pára para escrever algo, é sempre com esse foco em mente. Quando recebemos esse tipo de feedback fica muito claro que estamos no caminho certo! Muito muito obrigado!!

Envie uma resposta

Cadastre-se e Aprenda sobre Vinho Grátis!

Toda semana você recebe as melhores aulas e postagens de forma gratuíta no seu e-mail! Sem pagar nada por isso.
CADASTRAR
Aproveite! Em breve nossos cursos serão exclusivos para assinantes!
close-link

Mais vinho, por favor!

Assine
e receba
GRÁTIS
dicas sobre vinhos

Divirta-se com uma taça!
ASSINAR
close-link
ASSINAR O BLOG
Shares
Share This