Don Giovanni se destaca com espumantes em Pinto Bandeira

0

Visitamos a Serra Gaúcha em uma força tarefa para trazer os melhores achados em vinhos nacionais para os nossos leitores. A tarefa não foi fácil, mas foi com vinho. Na postagem de hoje, vamos ver como encontramos a Don Giovanni, e quais os destaques da vinícola.

Chegamos à Don Giovanni em uma tarde de sol, em pleno fim de verão. O dia estava quente em Bento Gonçalves, e ainda assim, a cidade cheia. Pegamos a rodovia em direção a cidade de Pinto Bandeira, para o que seria uma das melhores partes da viagem, fora de Bento Gonçalves.

Vinhos de Pinto Bandeira

A cidade teve sua emancipação em 2012, e depois disso, dedicou-se a ser reconhecida pela produção de grandes espumantes e vinhos delicados, como o Pinot Noir e o Chardonnay. O Terroir da região é reconhecido mundialmente como excelente local para a produção de espumantes, tendo vários rótulos premiados no exterior.

Na produção de vinhos, Pinto Bandeira já vinha caminhando nesta direção, quando conseguiu uma das primeiras Indicações de Procedência  do Brasil (primeiro passo para uma Indicação Geográfica), processo que foi finalizado em 2010.

Vinícolas famosas em Pinto Bandeira

É em Pinto Bandeira que fica uma das mais famosas vinícolas nacionais, a Cave Geisse, especializada em produzir espumantes. A vinícola é empreendimento de Mario Geisse, importante enólogo chileno.

Pinto Bandeira também é a cidade da Valmarino, conhecida pelo seu Espumante Nature Prestige Valmarino & Churchill, parceria com a famosa vinícola portuguesa.

Além disso, é famosa por produzir excelentes exemplares gastronômicos da Cooperativa Aurora, como o Aurora Pinto Bandeira Pinot Noir e o excelente Espumante Aurora Pinto Bandeira Tradicional Extra-Brut.

Talvez por isso, não foi exatamente uma surpresa constatar a qualidade dos vinhos da Don Giovanni. Os precedentes já definiam o que estava por vir.

A chegada à vinícola Don Giovanni

A primeira coisa a impressionar na chegada à vinícola, é a construção antiga no estilo de colonização italiana. Uma casa típica do século XIX, com sete quartos a disposição dos hóspedes. A pousada funciona durante todo o ano.

Pousada Don Giovanni

Nos quartos, o ar rústico permanece, com móveis originais, como um confessionário na área de circulação. A lareira na área de convivência convida o visitante a abrir um vinho ao cair da noite. Aqui, charme e conforto são companheiros.

Além da pousada, a Don Giovanni também oferece um restaurante dentro da mesma construção. Atualmente, ele só funciona sob reserva, e aceita um grupo mínimo de 15 pessoas. Mas um jantar íntimo a luz de velas – cuidadosamente colocadas sobre gargalos de garrafas antigas de espumantes da vinícola -, pode ser negociado na recepção. O atendimento caloroso é um dos destaques do ambiente.

Na vinícola, fomos recebidos pela Silvana Dallagnol, uma das enólogas da equipe Don Giovanni. Com ela, visitamos os vinhedos, as áreas de elaboração e a magnífica cave do local, que tem verdadeiras raridades. São safras datadas dos anos 90, cuidadosamente dispostas para encher os olhos do visitante.

Entre os vinhos expostos, estão os espumantes da safra histórica de 1997, que é aberto apenas em ocasiões especiais e para avaliar o poder de maturação do terroir da vinícola. Silvana conta que as únicas garrafas existentes são as expostas – menos de 20.

Vinhos degustados

Degustamos dois vinhos tintos produzidos pela vinícola, um incrível Cabernet Franc 2012 e um Merlot 2010.

Don Giovanni Cabernet Franc 2012

O Cabernet Franc se destaca pela maciez em boca, muito bem estruturado e redondo. Uma experiência incrível de se ter. Notas de fruta maduras, escuras. Fomos obrigados a trazer um pra casa, e na confraria, foi um sucesso. 


Elegemos este Cabernet Franc da Don Giovanni como um dos melhores entre os mais de 13 degustados em 4 dias.

Don Giovanni Cabernet Sauvignon 2012

Corretíssimo e carnudo. Taninos de personalidade, notas de especiaria e frutas vermelhas maduras. Na boca, tem corpo presente e acidez vivaz.

Apesar de ser um 2012, já está apresentando características de um vinho maduro, apresenta grande potencial de guarda e pode melhorar ainda mais com o tempo.

Apesar do incrível Cabernet Franc, a Don Giovanni brilha mesmo é nos espumantes. Experimentamos três rótulos da vinícola.

Espumante Don Giovanni Brut

O Don Giovannni Brut, com 75% de Chardonnay e 25% de Pinot Noir. Tem envelhecimento de 24 meses em autólise, feito pelo método tradicional.

O espumante traz uma cor amarelo-esverdeado, aromas de frutas brancas como maçã e abacaxi, um certo toque cítrico, porém com um fundo amanteigado. De ótima estrutura e corpo.

Espumante Don Giovanni Nature

O Don Giovanni Nature já tem um toque de envelhecimento de maior presença e corpo mais bem estruturado. Com a mesma proporção entre Chardonnay e Pinot Noir, ele passa também por 24 meses de maturação.

A diferença está na concentração de açúcar residual, que aqui é zero, por isso Nature (contra as 8g por litro do Brut). O espumante ganha um toque mais brilhoso, cores mais intensas e acidez equilibrada.

Os aromas de frutas cítricas juntam-se com tostado e toques de casca de pão, típicos do processo de envelhecimento. Um grande espumante nacional.

Espumante Don Giovanni Série Ouro Extra Brut

A estrela da tarde foi o Don Giovanni Série Ouro Extra Brut. Como o próprio nome já diz, foi feito para brilhar. Feito com 60% de Chardonnay e 40% de Pinot Noir, tem 6 gramas de açúcar por litro.

O espumante passou por 36 meses de maturação, adicionando grande complexidade ao vinho. Os aromas presentes tornam-se de frutas cítricas maduras, com alguns aromas novos, como o mel. O tostado permanece com intensidade. É um espumante de ótima estrutura e corpo, muito gastronômico.

Além dos três espumantes degustados, a Don Giovanni também tem o Dona Bita Brut, um espumante especial, com, no mínimo, 70 meses de maturação em contato com as leveduras, o que promete estrutura ainda maior à bebida.

Entre os três espumantes degustados e apesar da presença da Série Ouro, nossa equipe elegeu o Don Giovanni Nature como o de maior destaque entre os três. Não deixe de degustar quando for fazer sua visita. A estadia na pousada pode ser agendada por telefone, e-mail ou diretamente no Booking.com. Caso o seu interesse seja apenas nos vinhos, eles também recebem visitantes apenas para degustações.

A Don Giovanni é um local que não pode passar despercebido. Aproveite para agendar as visitas na Don Giovanni, Cave Geisse e Valmarino. As três podem ser feitas em um dia. Ficam próximas.

Serviço

Don Giovanni
www.dongiovanni.com.br
VRS 805 – Linha Amadeu (28) – Km 12 – CP 06
Pinto Bandeira – RS

Telefones:
(54) 3455 6294
(54) 3455 6293
(54) 3455 7377

Comercial: (54) 9691 7241
Turismo: (54) 9691 7392

HORÁRIO DE ATENDIMENTO TELEFÔNICO:
De segunda-feira até sexta-feira, das 08h até 11:45h e das 13h até 17:30h.
Sábados: das 09h até 17:30h.
Domingos e feriados: das 09h até 13h.

E-mail
Vinícola – vinicola@dongiovanni.com.br
Comercial – comercial@dongiovanni.com.br
Pousada – pousada@dongiovanni.com.br
Varejo – varejo@dongiovanni.com.br
Financeiro – financeiro@dongiovanni.com.br

Sobre o Autor

Finalista da copa Vinhos do Brasil 2014 realizada pelo IBRAVIN. Colaborador da revista Clube do Champagne. Wine-junkie certificado. Passo meus dias entre vinhedos, escritórios e mesas de bar. Tin-tin!

Envie uma resposta

Cadastre-se e Aprenda sobre Vinho Grátis!

Toda semana você recebe as melhores aulas e postagens de forma gratuíta no seu e-mail! Sem pagar nada por isso.
CADASTRAR
Aproveite! Em breve nossos cursos serão exclusivos para assinantes!
close-link

Mais vinho, por favor!

Assine
e receba
GRÁTIS
dicas sobre vinhos

Divirta-se com uma taça!
ASSINAR
close-link
ASSINAR O BLOG
Shares
Share This