Cave de Pedra Winery – Especial Serra Gaúcha

0

Bem no coração do Vale dos Vinhedos – durante uma viagem mais que gostosa – se você passar por um castelo de pedra basalto imponente, que te chame a atenção, pare. Você chegou na Cave de Pedra Winery.

Trata-se de uma jovem vinícola boutique brasileira, que com seus 20 anos e também 20 hectares de vinhedos, produzem apenas 45 mil garrafas de vinhos e espumantes por ano.

Fomos convidados pela Tauana para conhecer a vinícola e todos os seus vinhos. E assim o fizemos. Em nossa degustação, começamos pelos produtos que são a especialidade da casa, seus espumantes.

Turistas se divertem no topo do castelo da Cave de Pedra. Ao fundo, o Spa do Vinho.

Dos espumantes, o destaque de vendas é o Cave de Pedra Moscatel, que conquista até aqueles que não são muito fãs deste estilo de espumante, devido ao equilíbrio entre acidez, doçura e frescor. Sabe o moscatel que consegue ser agradável sem enjoar na doçura? É este.

Destaque para o Espumante Extra Brut 100% Pinot Noir

Agora, para quem gosta de espumantes de mais complexidade e corpo, vale o Extra Brut de Pinot Noir. Além de mais gastronômico, o espumante chama bastante a atenção pela qualidade.

Ele passa por 3 anos em contato com suas leveduras (processo chamado de autólise) nas caves de rocha basalto, o que lhe confere uma boa estrutura e cremosidade em boca.

Um detalhe interessante é que todos os espumantes da Cave de Pedra são produzidos pelo método tradicional, o champenoise. Relembre a diferença entre o champenoise e charmat.

A linha Cave de Pedra Adaga

Quando passamos a conhecer a linha Adaga, cada vinho degustado foi uma surpresa melhor que a outra. Esta linha de vinhos passa por barris de carvalho francês de primeiro uso, dando um toque de elegância aos vinhos. Os tintos amadurecem por 8 meses e o branco Chardonnay, bastante cremoso e elegante, passa por 6 meses em contato com carvalho americano.

Confira as nossas avaliações e fichas completas de alguns dos vinhos da Cave de Pedra:

O vinho mais vendido desta linha em 2016 foi o Adaga Marselan, que trata-se de uma variedade ainda não muito popular, mas que demonstrou vinhos muito interessantes durante a nossa passagem pela Serra Gaúcha. Na Cave de Pedra, o Adaga Marselan, segundo seus produtores, possui corpo para uma guarda mínima de 8 anos.

Destaque para a uva Egiodola

Ainda na linha Adaga a outra ótima surpresa foi o Adaga Egiodola, variedade esta que provei pela primeira vez durante esta degustação. E apenas pode-se dizer que o vinho é muito bom! Um vinho complexo, com um ótimo corpo, que realmente nos surpreendeu. Inclusive, ganhamos da Tauana uma outra garrafa, que passou por uma degustação mais concentrada e ganhou esta excelente avaliação.


Cave de Pedra Adaga Egiodola

Ainda nesta linha, provamos o Cabernet Sauvignon e o Merlot, ambos excelentes. Outro que chama a atenção é o Adaga Sangiovese, por ser um vinho de coloração belíssima e muito equilibrado.

O interessante é que apesar de ser uma Vinícola Boutique, a Cave de Pedra não possui problema em trabalhar com vinhos meio seco e nem com vinhos suave, o que realmente é um diferencial. Ainda que suaves, todos os vinhos da Cave de Pedra são feitos com uvas para vinho, as vitis-vinífera. Você conhece a diferença entre as uvas de vinhos coloniais (de mesa) e de vinhos finos, certo?

Cave de Pedra tem vinhos meio-seco e suaves também

Nestes estilos de vinho, a Cave de Pedra possui o meio seco Piedra d’oro Cabernet Sauvignon e na linha de vinhos suaves, os Rosa Negra tinto que é feito com as variedades Tannat, Ancelotta e Pinot Noir. Vinhos que são corretos, mais leves e frescos.

Mas agora voltando a linha Cave de Pedra, há ainda os vinhos licorosos, tinto e branco. Estes vinhos que são ótimos para acompanhar uma sobremesa, possuem 10 anos de maturação em barris de carvalho francês. Além de que você ainda pode armazenar ele na geladeira por até 3 meses aberto. são vinhos mais adocicados, mas muito bem equilibrados.

O último vinho que degustamos antes de irmos conhecer toda a estrutura da vinícola, mas não menos importante é o vinho tinto ícone da Cave de Pedra, o Special Blend. Este vinho só é elaborado em safras históricas, sendo que existem duas safras produzidas deste vinho, apenas as safras 2005 e 2012.

Cave de Pedra Special Blend

São poucas garrafas produzidas, de um vinho proveniente das variedades que mais nos chamaram a atenção durante nossa visita ao vale dos vinhedos: Merlot, Marselan e Ancellotta. Um vinho complexo e estruturado que teve maturação em barricas de carvalho francês por 18 meses. Um vinho nacional de alta qualidade.

A estrutura da vinícola é um show a parte

Durante nossa passagem pela Cave de Pedra, tivemos a oportunidade de conhecer toda a estrutura da vinícola. Até local para eventos a vinícola possui. As fotos de casamento ficam lindíssimas:

A gente decidiu não escrever muito sobre a estrutura e deixar as fotos falarem:

Na lateral do corredor, os espumantes ficam em autólise. Esse cenário é usado para a entrada da noiva em alguns casamentos feitos na vinícola.

Portões em metal guardam os jardins da Cave de Pedra.

E aí, já deu vontade de ir conhecer a Cave de Pedra, ou já fez a visita? Conta pra gente o que você achou nos comentários abaixo:

Sobre o Autor

Já quis ser advogado, juiz e economista. Tenho 23 anos. Técnico em Vitivinicultura. Estudante de Engenharia Química, sendo que no decorrer do caminho descobri que serei vitivinicultor.

Envie uma resposta

Cadastre-se e Aprenda sobre Vinho Grátis!

Toda semana você recebe as melhores aulas e postagens de forma gratuíta no seu e-mail! Sem pagar nada por isso.
CADASTRAR
Aproveite! Em breve nossos cursos serão exclusivos para assinantes!
close-link

Mais vinho, por favor!

Assine
e receba
GRÁTIS
dicas sobre vinhos

Divirta-se com uma taça!
ASSINAR
close-link
ASSINAR O BLOG
Shares
Share This