8 mentiras que você lê quando vai Aprender Sobre Vinho

0

Grande parte das pessoas que adoram um bom vinho querem saber cada vez mais curiosidades sobre a bebida. Normal, né? Se o interesse é no álcool, então vamos aprender um pouco mais sobre ele. Sabia que nem tudo o que você ouve sobre o vinho é verdade? Vamos descobrir agora essa mentirada que você anda ouvindo por aí.

Há muitas informações equivocadas circulando por aí e exatamente por esta razão, resolvemos listas algumas das mentiras que você lê quando vai aprender sobre vinho. Fique atento e aprenda com a gente!

1. Os vinhos nacionais são ruins

Que absurdo. Esta é sem dúvida uma das principais mentiras que você lê sobre vinho. Muito longe de ser ruim, o vinho nacional tem ganhado cada vez mais visibilidade no mercado internacional, obtendo importantes prêmios em decorrência da alta qualidade apresentada. Sério!

Hillary também não sabia dessa.

Hillary também não sabia dessa.

2. Queijos combinam apenas com vinho tinto

Sim, essa você já ouviu e repetiu muitas vezes, aposto. De forma geral, as pessoas acreditam que queijos combinam apenas com o vinho tinto. Nada disso. O princípio real dessa harmonização consiste em combinar queijos mais leves com vinhos mais leves (brancos) e queijos mais intensos com vinhos mais encorpados (duros), que geralmente são vinhos tintos. Simples assim.

3. É melhor servir vinhos diferentes durante as refeições

Ao contrário do que muitos pensam, é perfeitamente possível acertar na escolha de um único tipo de vinho durante um jantar inteiro.

O exemplo clássico de um vinho que se harmoniza muito bem com queijo brie, fondue de carne e algumas sobremesas, como por exemplo, Romeu e Julieta, trata-se do Pinot Noir. Não quer tinto? Ok. FIca ainda mais difícil de errar se você escolher o espumante certo. Ele combina com aperitivos salgados, com um prato mais salgado e já serve de sobremesa. Ok, essa última eu adicionei por livre e espontânea vontade.

smart-is-hot

Desta forma, a necessidade de servir diferentes vinhos durante as refeições consiste numa das mentiras que você lê quando vai aprender sobre vinho.

4. Um bom vinho não pode ter aroma esquisito.

Os aromas considerados “esquisitos” não necessariamente denotam um vinho ruim. Por incrível que pareça, um excelente Bordeaux pode cheirar à terra molhada e um Riesling pode ter um aroma que recorde o cheiro de gasolina.

5. Vinho doce tem adição de açúcar

Com relação aos vinhos finos, o sabor dos vinhos doces é produzido pela própria uva, sem que seja necessária qualquer adição de açúcar. Assim como qualquer fruta, a uva também fica doce quando madura. Muito desse açúcar vai virar álcool, por isso o vinho não fica mais doce.

Já os vinhos suaves e mais populares vendidos nos supermercados geralmente contém açúcar, por serem geralmente feitos de uvas americanas, não se enquadram na categoria de vinhos finos.

6. Se tem bolhas, é Champagne

Embora todo Champagne seja um espumante, somente aqueles produzidos na tradicional província francesa ─ Champagne ─ podem ser considerados os legítimos donos deste nome. Isso porque a região registrou a região como Denominação de Origem. No Brasil, o mesmo processo pode acontecer, a instituição que faz o registro de Indicação Geográfica e Denominação de origem é a mesma que faz o registro de Marcas e Patentes, o INPI. Curioso, né?

A regra básica é a seguinte: Todo Champagne é um espumante, mas nem todo espumante é Champagne. Na Espanha o vinho espumante chama-se Cava, por exemplo. E você ja sabe que existem os bruts, demi-secs, extra-brut entre outros, certo?

7. O vinho rosé é feito da mistura do vinho tinto com branco

Não!

no

Outro grande equívoco que diz respeito ao conhecimento sobre vinhos é muitas pessoas pensarem que o vinho rosé consiste numa mistura entre vinho tinto e branco.

Embora muitas empresas adotem este método para diminuir os custos, a forma correta de produzir o rosé não é esta.

O vinho rosé deve passar pelos processos de vinificação (fermentação em contato com as cascas, por exemplo) tradicional por menos tempo, o que faz com que ele fique mais claro.

8. Somente vinho tinto tem tanino

Ao começar a aprender sobre vinho, muitas pessoas se deparam com a errônea informação de que somente os vinhos tintos possuem tanino. O vinho branco também possui esta substância, já que ela está presente nas sementes e no interior da uva.

Aprendeu tudinho?

yesss1sss

A gente quer dizer para vocês que algumas dos fatos desmentidos durante este post, pode render bem mais assunto! Portanto, ficou alguma dúvida ainda? Tem algo a completar? Comenta aqui embaixo! 🙂

Sobre o Autor

Finalista da copa Vinhos do Brasil 2014 realizada pelo IBRAVIN. Colaborador da revista Clube do Champagne. Wine-junkie certificado. Passo meus dias entre vinhedos, escritórios e mesas de bar. Tin-tin!

Comentários fechados.

Cadastre-se e Aprenda sobre Vinho Grátis!

Toda semana você recebe as melhores aulas e postagens de forma gratuíta no seu e-mail! Sem pagar nada por isso.
CADASTRAR
Aproveite! Em breve nossos cursos serão exclusivos para assinantes!
close-link

Mais vinho, por favor!

Assine
e receba
GRÁTIS
dicas sobre vinhos

Divirta-se com uma taça!
ASSINAR
close-link
ASSINAR O BLOG
Shares
Share This